Menu
Busca sábado, 06 de março de 2021

Vettel vence e mantém perseguição a recorde de Schumacher; Red Bull é bi nos construtores

Vettel vence e mantém perseguição a recorde de Schumacher; Red Bull é bi nos construtores

16 outubro 2011 - 11h30
Uol

O bicampeonato mundial conquistado de forma antecipada sugeriria que Sebastian Vettel tiraria o pé do acelerador nas corridas finais desta temporada. A pole position obtida por Lewis Hamilton, quebrando a sequência da Red Bull neste ano, contribuiu com esta ideia. No entanto, o piloto alemão mostrou que a acomodação passou longe dele: neste domingo, ele ganhou o GP da Coreia do Sul.

Segundo no grid, Vettel levou apenas algumas curvas para deixar Hamilton para trás no circuito de Yeongam e, sem ser muito incomodado, venceu sua décima corrida neste ano. Desta forma, ele mantém a esperança de igualar o recorde estabelecido por Michael Schumacher. O piloto alemão detém o maior número de vitórias em uma mesma temporada: 13, em 2004. O piloto da Red Bull tem o desafio de ganhar na Índia, no Brasil e nos Emirados Árabes.

De quebra, a Red Bull confirmou o título do Mundial de Construtores. Além da vitória de Vettel, o australiano Mark Webber terminou a corrida em terceiro lugar, assegurando o bicampeonato à equipe. No Mundial de pilotos, a briga continua acirrada pela segunda posição.

Jenson Button, quarto colocado na prova, foi a 222 pontos, dez à frente de Fernando Alonso - o piloto da Ferrari foi o quinto colocado na Coreia do Sul.

Webber foi a 209 e vem em quarto; já Hamilton, segundo colocado em Yeongam, aparece em quinto no Mundial de pilotos, com 196.

Rubens Barrichello, da Williams, foi o 12º colocado, logo à frente de Bruno Senna, da Renault.

A corrida

De cara, a principal preocupação dos pilotos no início da corrida era a chuva. Embora a largada fosse com pista seca, o céu nublado dava toda a impressão de que choveria logo no circuito de Yeongam. No entanto, houve apenas uma chuva leve.

Hamilton se manteve na primeira posição, mas por pouco tempo. Nas curvas seguintes, Vettel conseguiu ultrapassar o piloto da McLaren e assumiu a ponta. Massa largou bem e pulou para terceiro, mas logo foi ultrapassado por Webber. Não demorou muito para que os primeiros pingos começassem a cair.

Enquanto Vettel, Hamilton e Webber abriam caminho, os carros da Ferrari perderam rendimento com o desgaste dos pneus. Com isso, Button começou a pressionar Massa e Alonso. Na 15ª volta, o brasileiro foi para os boxes, mas perdeu muito tempo em sua parada.

Alonso fez um pit stop mais rápido, mas quase se envolveu em um acidente. Na 17ª volta, Vitaly Petrov bateu em Michael Schumacher e perdeu o bico de sua Renault. O safety car entrou na pista. O carro de segurança voltou para os boxes na 21ª volta; na relargada, Button tentou ultrapassar Webber, mas o australiano conseguiu se manter na terceira posição.

Massa ultrapassou Nico Rosberg na 28ºª volta e assumiu a quinta posição, mas Alonso o pressionava. Webber partiu para o ataque a Hamilton e os dois travaram uma bela disputa pela segunda posição. Os dois pararam juntos nos boxes, mas o piloto da McLaren se manteve à frente. Enquanto isso, Vettel aproveitava para se distanciar na liderança.

Após a segunda parada nos boxes, Massa perdeu a posição para Alonso e caiu para a sexta posição. Webber manteve a pressão sobre Hamilton e o passou na 49ª volta, mas o inglês deu o troco logo em seguida e cruzou a linha de chegada na segunda posição. Já Vettel, de forma tranquila, mostrou que ainda tem objetivos nesta temporada, mesmo com o bi mundial assegurado: tentar alcançar todos os recordes possíveis no ano.

A próxima etapa da temporada será o GP da Índia, em 30 de outubro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ANAURILÂNDIA
PMA autua paranaense por construir estrada sem autorização ambiental em seu sítio no município
FRONTEIRA
Moradora acorda com barulho e encontra janelas 'furadas de bala'
BOLETIM COVID
Já faltam leitos nos hospitais da macrorregião de Campo Grande
POLÍCIA
Briga entre vizinhos termina em ameaça e homem preso com revólver