Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2019
GESTAÇÃO

É fundamental fazer o pré-natal odontológico

Escovar os dentes todos os dias é fundamental e necessário para a saúde. Mas o que poucos sabem é que durante a gestação essa higienização deve ser mais cuidadosa

30 maio 2019 - 16h25Por Blog Saúde.gov

Escovação correta, uso do fio-dental e visita ao dentista nesse período são ações simples que evitam doenças, como a cárie e a doença periodontal. De acordo com Nicole Aimée, consultora da Coordenação de Saúde Bucal do Ministério da Saúde as alterações hormonais comuns à gestação, como aumento dos hormônios estrogênio e progesterona, podem agravar as condições de doenças periodontais, como sangramento na gengiva.

“Esta condição periodontal é clinicamente semelhante a uma gengivite induzida por placa, com gengiva de coloração avermelhada, edemaciada, com sangramento ao simples toque ou durante a escovação. E a gestante não precisa ficar assustada, apenas adotar as medidas para melhora da condição gengival e, caso necessário, fazer uma profilaxia (limpeza profissional) da gengiva e dos dentes”, orienta a consultora.

Durante o pré-natal é fundamental que seja feita uma avaliação odontológica para que o dentista faça o acompanhamento da gestante, quando necessário. “Os tratamentos são seguros e contribuem para uma saúde geral e gestação saudável. Idealmente, no segundo trimestre de gravidez devem ser realizados os procedimentos naquelas gestantes que possuem doenças bucais”, explica Aimée.

A consultora acrescenta também que o ideal é que os atendimentos sejam realizados no período da manhã. “É importante que seja feito nesse horário devido à ânsia de vômito matinal e maior risco de hipoglicemia. Além disso, a gestante deve ficar confortável na cadeira odontológica e as sessões devem ser curtas”, completa.

Alimentação

O trabalho de prevenção a doenças, especialmente contra a cárie, está também associada aos hábitos alimentares. “A introdução de alimentos saudáveis, sem açúcar artificial, como balinhas, pirulitos, chicletes, sucos artificiais e refrigerantes, é sempre uma boa dica”, afirma a consultora. Mas é essencial fazer a escovação correta após as refeições, usar o fio dental e o creme dental com flúor.

Dentes frágeis na gestação?

Durante o período gestacional, muitas mulheres queixam-se de terem dentes frágeis, acreditando que o cálcio dos dentes e dos ossos vão para o desenvolvimento dos dentes de leite dos bebês.

Isso não é verdade. Nicole Aimée explica que o cálcio é proveniente da dieta da mãe, por isso é essencial adotar uma dieta rica em vitaminas A, C e D, proteínas, cálcio e fósforo, durante o primeiro e segundo trimestres de gestação, período em que os dentes de leite do bebê estão em formação e calcificação.

“O que ocorre é que durante o período gestacional, as mulheres podem ter maior enjoos (principalmente matinais) e deixarem de fazer higienização correta dos dentes ou fazer de forma rápida, não eliminando a placa dentária, que aliada ao consumo mais acentuado de carboidratos, irá culminar no aparecimento de lesões de cárie”, esclarece.

Algumas mulheres também acham que devem interromper o tratamento durante o puerpério, após o parto), mas, a consultora esclarece que não há nenhuma contraindicação. “Como a gestante deverá retornar à unidade básica de saúde com seu bebê, ela poderá finalizar seu tratamento odontológico e receber orientações quanto à higienização bucal correta do bebê e outras orientações”, conclui Nicole Aimée.

 

Fotos: Blog Saúde.gov


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Com apoio de professores, estudantes marcham até UFGD e ocupam reitoria
NAVIRAÍ
Agentes brigam dentro de penitenciária por discordarem de ordens da diretoria
POLÍTICA
Moro diz que pode ter cometido um "descuido formal"
POLÍCIA
Homem tenta matar esposa após denúncia por agressão