Menu
Busca segunda, 20 de janeiro de 2020
MATO GROSSO DO SUL

Aprovadas na AL sanções administrativas em casos de discriminação racial

14 agosto 2019 - 09h15Por Dourados News

Na Ordem do Dia de ontem (13) os deputados estaduais por Mato Grosso do Sul analisaram nove projetos, sendo oito aprovados e um arquivado. Em segunda discussão aprovaram o Projeto de Lei 251/2017, de autoria do deputado Pedro Kemp (PT), que prevê sanções administrativas em situações de discriminação por motivo de raça ou cor praticadas no Estado, “por qualquer pessoa, jurídica ou física, inclusive a que exerça função pública”.

Entre as ações discriminatórias elencadas no projeto estão: proibir ou impor constrangimento ao ingresso ou permanência em ambiente ou estabelecimento aberto ao público; recusar, retardar, impedir ou onerar a locação, compra, aquisição, arrendamento ou empréstimo de bens móveis ou imóveis; e negar emprego, demitir, impedir ou dificultar a ascensão em empresa pública ou privada.

Kemp defendeu na tribuna que a proposta surgiu após a imprensa divulgar a história de uma mulher negra que foi ofendida em um restaurante, ao insinuarem que ela não teria o “perfil” de consumidora. “Quando falamos de situações como essa, falamos de ofensas à dignidade humana. Isso é muito sério”, discursou. Com a aprovação por unanimidade, a proposta segue à sanção governamental e, se aprovada, a nova lei prevê penalidades, dentre elas multa de até 3 mil Uferms, o equivalente a R$ 86.310,00 neste mês de agosto. Confira a proposta na íntegra clicando aqui.

Em primeira discussão foi aprovado Projeto de Lei 157/2019, do Poder Executivo. A proposta altera a redação e revoga dispositivos da Lei 5.060/2017, que institui o Sistema Estadual de Cultura de Mato Grosso do Sul e estabelece diretrizes para a Política Estadual de Cultura. Conforme a mensagem do Executivo, o objetivo é iniciar a implementação da terceira fase do Sistema Estadual de Cultura, diminuindo a quantidade de integrantes do Conselho Estadual de Políticas Culturais de 30 para 16. A proposta segue para análise das comissões de mérito.

Por acordo de liderança, os parlamentares incluíram na pauta e aprovaram em primeira discussão o Projeto de Lei 178/2019, de autoria do deputado Coronel David (PSL), que denomina "Mamede Assem José" o Centro Poliesportivo Santo Amaro, localizado na Avenida Engenheiro Amélio Carvalho Bais, Vila Santo Amaro, em Campo Grande. O projeto segue para análise das comissões de mérito.

Em discussão única, os deputados aprovaram por unanimidade o Projeto de Resolução 30/2019, da Mesa Diretora da Casa de Leis, que institui a Comenda de Mérito Legislativo em alusão aos 40 anos do Parlamento Sul-Mato-Grossense, que será outorgada ao atual e aos ex-governadores do Estado.  Ainda em única votação aprovaram os Projetos de Resolução 20/2019, de autoria do deputado Jamilson Name (PDT), 21/2019, do deputado Professor Rinaldo (PSDB), 22/2019 e 23/2019, ambos de autoria do deputado Eduardo Rocha (MDB), que também preveem concessão de Comenda do Mérito Legislativo. As propostas seguem ao expediente.

Por maioria de votos, o Projeto de Lei 201/2017, do deputado Lidio Lopes (PATRI), foi arquivado. Ele previa a mudança na formatação dos preços dos combustíveis em Mato Grosso do Sul, que passariam a ter dois dígitos de centavos e não mais três. Lidio defendeu em tribuna iria beneficiar os consumidores, que poderiam economizar. Já Capitão Contar (PSL) alegou que afeta a livre concorrência e Barbosinha (DEM) questionou vício de iniciativa, visto que seria matéria de competência da União.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA
Velório de brasileira que morreu após acidente no Peru ocorre nesta quarta-feira em MS; corpo será cremado
DIREITOS HUMANOS
Carteira Nacional do Autista é lei, mas sua implantação é lenta
SÃO GABRIEL DO OESTE
Adolescente é morta a tiros pelo marido após discussão
POLÍTICA
Moro diz que fugitivos “vão ganhar passagem só de ida” a presídio federal