Menu
Busca quinta, 14 de novembro de 2019
EXPORTAÇÕES

Árabes elevam em 308% as compras de carne bovina de MS

07 novembro 2019 - 11h15Por André Bento/Dourados News

Mato Grosso do Sul faturou US$ 551,3 milhões neste ano com a exportação de 149,8 mil toneladas de carne bovina in natura. As altas de 40,76% no volume e de 25,71% na receita no comparativo com os 10 primeiros meses de 2018 foram motivadas, sobretudo, pelo maior interesses dos árabes nesse produto sul-mato-grossense.

Esses dados constam no mais recente boletim casa rural da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária) do Estado. O levantamento mostra que de janeiro a outubro do ano passado haviam sido vendidas 106,4 mil toneladas no mercado internacional, com faturamento de US$ 438,6 milhões.

As altas nas vendas ocorrem porque Emirados Árabes Unidos e Egito, dois dos cinco principais compradores da carne sul-mato-grossense, passaram a comprar mais. No caso dos árabes, aumento expressivo no valor, de 308,33%, e dos egípcios, de 87,68%.

Além disso, segundo a Famasul, o mês de outubro marca o início dos embarques de carne bovina in natura para a China, que importou 214 toneladas e pagou US$ 1,2 milhão.

Somente no mês passado, o setor produtivo estadual comercializou 16,3 mil toneladas de carne bovina com faturamento de US$ 61,7 milhões.

Em convulsão social desde outubro, quando tiveram início dos protestos populares contra medidas governamentais, o Chile é quem mais compra a carne bovina produzia em Mato Grosso do Sul. De janeiro a outubro, o vizinho sul-americano importou 28.395.194 quilos e injetou US$ 113,1 milhões na economia estadual.

Ainda com base em dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a Famasul detalha que Hong Kong comprou 22.963.146 quilos e pagou US$ 75,4 milhões, Emirados Árabes Unidos 15.105.343 quilos e US$ 53,6 milhões, Egito 14.738.554 e US$ 45,5 milhões, Irã 12.044.068 e US$ 41,9 milhões, e Arábia Saudita 11.671.690 e US$ 40,5 milhões.

Também integram a lista de parceiros comerciais o Uruguai, que importou 9.318.232 quilos de carne bovina sul-mato-grossense e pagou US$ 34,1 milhões, Israel (4.351.204 quilos e US$ 20,2 milhões), Líbano (4.048.300 quilos e US$ 18,5 milhões), e Itália (2.217.242 quilos e US$ 12,7 milhões).

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA
Veículos pesados terão restrição de tráfego nas BR's de MS por três dias
BRICS
Brasil e China firmam acordos em áreas como política, comércio e saúde
INTERCÂMBIO
MS firma cooperação com organização Pan-Americana da Saúde para redução da mortalidade materna e infantil
RECEITA
Macarrão com molho de espinafre