Menu
Busca sexta, 14 de agosto de 2020
DOURADOS

Árvore é plantada no HV em homenagem ao médico vítima de Covid-19

01 julho 2020 - 16h00Por Dourados News

No final da manhã desta quarta-feira (1/7), voluntários da associação “Amigos da Vida”, prestaram homenagem ao profissional da saúde que perdeu a vida trabalhando na linha de frente do combate contra o novo coronavírus (Covid-19).

Uma árvore foi plantada em gramado do Hospital da Vida como lembrança ao médico Miguel Yoneda, de 74 anos, morador em Ponta Porã, que prestava serviço em Dourados. Ele é o 86º caso fatal da Covid-19 em Mato Grosso do Sul. 

Yoneda estava internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados). O óbito foi constatado durante a madrugada desta quarta-feira (1/7). 

Em contato por telefone com o Dourados News, a coordenação do grupo explicou que trata-se de uma “singela homenagem” ao profissional que trabalhou em nome da saúde até o final da vida. Mesmo estando no grupo de risco, pela idade, optou por continuar em atividade.  

Os organizadores relataram ainda que o grupo conta com uma rede solidária, composta tanto por doadores de materiais, também com apoiadores que oferecem serviços, como advogados, arquitetos, entre outros, que tem unido forças com a associação nos últimos dias. 

O mesmo grupo organizou ato na prefeitura de Dourados, dia 26 de junho, e Câmara Legislativa no dia 29 de junho. Nestas oportunidades, foram colocadas cruzes na frente das duas sedes do poder público municipal, que representam as vítimas de Covid-19 em Dourados.  

Participaram do ato Helena Izidoro e Shirley Manzeppe, além do médico Raul Espinosa.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

HOMICÍDIO QUALIFICADO
Motoentregador é morto a tiros em Campo Grande e suspeito é um colega de trabalho
Crime aconteceu na noite de quinta-feira (13), no local de serviço dos envolvidos.
ECONOMIA
Caixa credita auxílio emergencial para 4,1 milhões nascidos em agosto
LOTERIA
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 27 milhões
PONTA PORÃ
Mulher acaba na delegacia após arremessar filho de 4 anos no chão