Menu
Busca sexta, 21 de setembro de 2018
(67) 9.9973-5413
PENA

Convertida em prisão preventiva, a pena do suspeito de atropelar e matar pizzaiolo

Motorista de 32 anos vai continuar preso por tempo indeterminado

12 março 2018 - 15h50Por Da redação

A Justiça converteu de temporária para preventiva, nesta segunda-feira (12), a prisão do motorista suspeito de atropelar a matar um pizzaiolo em Campo Grande no domingo (11). De acordo com o fórum da capital, o homem vai responder por homicídio culposo qualificado pela omissão de socorro e por ter sido cometido na calçada, além de evasão do local.

O G1 não foi informado pela assessoria de imprensa do fórum para onde o motorista, que tem 32 danos, foi levado.

Entenda

Matheus Santos Pereira saiu do trabalho, passou em uma conviência onde comprou duas latas de cerveja e voltava para casa para comemorar com a namorada o novo emprego quando foi atropelado.

O jovem foi atingido quando caminhava na calçada da avenida Aracruz e arrastado por 28 metros. Socorristas foram chamados, mas Matehus não resistiu. No local ficaram marcas do atropelamento.

No carro estavam o motorista e dois filhos pequenos dele. Ele fugiu do local sem prestar socorro e foi preso em casa. Ele não estava embriagado e disse aos policiais que dormiu ao volante.

Familiares de Matheus contestam a versão do motorista e falam que o motorista pode ter agido por ciúmes. Ele trabalha com a namorada do rapaz.

Ainda segunda a família do pizzaiolo, o jovem namorava há 7 meses e estava com planos de morar junto com a companheira.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÊMICA
Bruna Marquezine rebate crítica após aderir campanha contra Bolsonaro
CIDADES
Mecânico morre ao ficar preso em cardam de caminhão
TACURU
Tiroteio em bar termina com homem morto e dois feridos
ENSINO SUPERIOR
Matrículas na graduação a distância é o maior desde 2008