Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
CAMPANHA SETEMBRO 15 á 30/09/2020
NOTÍCIAS

Decretada prisão preventiva de acusado de cárcere privado

05 agosto 2020 - 17h15Por TJMS

O juiz Edimilson Barbosa Ávila, titular da comarca de Inocência, decretou a prisão preventiva de um homem preso em flagrante acusado de manter sua companheira em cárcere privado na residência do casal, trancada com corrente e cadeado.

Com relação à análise da prisão em flagrante, entendeu o juiz que a prisão preventiva do acusado deve ser decretada, pois a preventiva é “adequada à gravidade do caso, vedada a substituição por outra medida cautelar. Ainda, trata-se, em tese, de crime doloso com  pena privativa de liberdade abstrata máxima superior a 4 anos”.

Com relação aos pressupostos para a decretação da preventiva, o magistrado analisou que os indícios de materialidade e autoria do crime estão presentes, como também a prisão está fundamentada na necessidade de garantia da ordem pública.

“É importante destacar que a necessidade de garantia da ordem pública é a necessidade de manter a pessoa presa em razão de sua periculosidade concreta e, com isso, evitar que ela reitere a prática delitual na sociedade. Tal necessidade deve ser aferida concretamente pela análise dos antecedentes e da forma de execução do delito”, destacou.

Em observação ao caso em si, o juiz reforçou que “a forma de execução do delito revelou-se grave. Ora, em pleno século XXI, o flagranteado, em tese, mantinha sua companheira trancada com corrente e cadeado”.

Conforme consta de relato da vítima ao CREAS, o investigado, ao sair para o trabalho, trancava-a e levava a chave, em razão de ciúmes em relação à vítima, que, por isso, não tinha contato com qualquer outra pessoa, passando dias trancada em casa. Aliás, o acusado já incidiu em ocorrência igual.

“Por lógica, por ora, as medidas diversas da prisão ficam afastadas”, concluiu o magistrado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Brasil é vítima de desinformação sobre meio ambiente, diz Bolsonaro
ANAURILÂNDIA
Infrator é autuado em R$ 6 mil por desmatamento ilegal de vegetação protegida para plantio de lavoura
PARAÍSO DAS ÁGUAS
Polícia Civil apreende 14kg de entorpecentes em hotel
NOTÍCIAS
Vendedores de imóvel devem restituir valor da entrada de contrato rescindido