Menu
Busca sexta, 15 de novembro de 2019
FRONTEIRA

Ex-gerente do BCN condenado a 132 anos de prisão é executado

13 setembro 2019 - 09h00Por Dourados News

O empresário e ex-gerente do banco BCN em Ponta Porã, Elesbão Lopes Carvalho Filho foi executado a tiros no início da noite desta quinta-feira, dia 12 de setembro, quando estava na residência dele, localizada no Bairro Santa Izabel, em Ponta Porã, cidade localizada na fronteira com o Paraguai.

Segundo o site Campo Grande News, policiais militares, peritos e a Polícia Civil estiveram na residência, mas ainda não há mais detalhes sobre o caso. As informações iniciais são de que o criminoso invadiu o imóvel, atirou na cabeça do empresário e fugiu em seguida.

Elesbão era proprietário de uma casa de embalagens na cidade, mas já havia até sido condenado a 132 anos de prisão pelo então juiz federal Odilon de Oliveira, em 2004. De 1992 a 1997 Elesbão autorizou aberturas de contas em nomes de fantasmas ou laranjas na agência do BCN em Ponta Porã.

Foram 29 contas abertas, pelas quais passaram R$ 3 bilhões. Os desvios vieram a tona em grandes escândalos de corrupção no país, mas os verdadeiros donos das contas não foram descobertos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
MPT exige regularização dos serviços de segurança e medicina do Trabalho
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Homem é preso após ameaçar mulher de morte
PESQUISA
Quase metade dos turistas que vem a MS estão dispostos a gastar mais de R$ 1 mil
JUSTIÇA
TJ nega aplicação do princípio da insignificância em furto