Menu
Busca domingo, 24 de janeiro de 2021

Homem que matou colega em churrascaria é condenado a 18 anos de prisão

24 agosto 2012 - 00h00Por Fonte: r7
O Tribunal do Júri de Taguatinga condenou, nesta quarta-feira (22), Dovalter Pereira a 18 anos de prisão em regime fechado, por ter matado Adenilson Silva Gonçalves de Sousa, com dois golpes de faca, dentro de uma churrascaria de Taguatinga, região administrativa do DF. Os dois eram colegas de trabalho no local.

Em seu depoimento, Pereira afirmou que o crime foi motivado pela ingestão de bebida alcoólica. Segundo ele, os dois haviam combinado de beber vodca após o serviço. No entanto, quando Dovalter serviu um copo para Adenilson ele se recusou a beber. Os dois começaram uma discussão. Dovalter sentiu-se ameaçado e por isso resolveu cometer o crime.

O acusado se apresentou à polícia um dia após o crime. Pereira teve a prisão preventiva decretada pelo juiz no dia 8 de junho e permanece preso desde então, pois, de acordo com o promotor de justiça, embora observado que o acusado não tem antecedentes, o único vinculo dele com o distrito da culpa era o trabalho, que já não existe mais.

Leia mais notícias no R7DF:

Morador de rua é flagrado completamente nu na W3 Sul

Na sustentação oral, o representante do Ministério Público afirmou que Dovalter Pereira “matou por discussão por causa da vodca e matou de forma traiçoeira!” o seu colega de trabalho. Segundo o MP, durante a discussão que tiveram, Dovalter chegou a ameaçar: “não vai beber não? Vou te matar, cadeia tem duas portas, cemitério só tem uma”.

Dovalter Pereira não poderá recorrer da decisão em liberdade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Ainda sem aprovação do Orçamento 2021, governo deve controlar gastos
SAÚDE
Estados brasileiros começam a receber vacina de Oxford
SAÚDE
Número de casos de Covid-19 continua alto na maioria das cidades do Estado
NOTÍCIAS
Prêmio Sesc de Literatura abre inscrições para obras inéditas