Menu
Busca quinta, 25 de abril de 2019
(67) 9.9973-5413
ECONOMIA

Inadimplência e endividamento das famílias recuam em novembro, diz CNC

05 dezembro 2018 - 16h20Por Agência Brasil

O percentual de famílias endividadas e inadimplentes recuou, em novembro deste ano, em relação ao mês anterior e a novembro do ano passado. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a parcela de famílias com dívidas em novembro ficou em 60,3%, abaixo das taxas de outubro (60,7%) e novembro do ano passado (62,2%).

O percentual de famílias inadimplentes, ou seja, que têm dívidas ou contas em atraso, ficou em 22,9% em novembro, taxa inferior aos 23,5% de outubro e aos 25,8% de novembro de 2017.

As famílias que não terão condições de pagar suas dívidas somam 9,5% do total em novembro, abaixo dos 9,9% de outubro e dos 10,1% de novembro do ano passado, segundo a CNC.

O cartão de crédito é o principal tipo de dívida, afetando 77,4% das famílias endividadas, seguido por carnês (14,8%) e por financiamento de carro (10,2%). Entre as famílias com contas ou dívidas em atraso, o tempo médio de atraso foi de 64,6 dias. O tempo médio de comprometimento com dívidas entre as famílias endividadas foi de 6,9 meses.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA
Cinco projetos deverão ser votados nesta quinta-feira na ALMS
GERAL
INSS terá que regularizar perícia médica em dois municípios de MS
BRASIL
Juiz dá oito dias para defesa de Lula se manifestar em ação do sítio
ECONOMIA
Tabela do frete é reajustada em 4,13%