Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
ECONOMIA

Pequenos negócios sustentam criação de empregos de setembro em MS

23 outubro 2019 - 15h30Por Da redação

Os pequenos negócios foram responsáveis por sustentar a geração de empregos formais em setembro no estado, conforme aponta análise do Sebrae do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. Entre demissões e contratações, foram 917 novas vagas criadas no mês. Mas, enquanto as micro e pequenas empresas (MPE) geraram 1.086 oportunidades, as médias e grandes (MGE) fecharam 172 postos e a administração pública criou três vagas.

O resultado demonstra a importância da MPE para a economia do estado. “Geralmente o segundo semestre é mais ativo economicamente, e, mais uma vez, os pequenos negócios são a âncora da geração de empregos, se eles não existissem, só teríamos perda de vagas em setembro. Pela sua própria natureza, eles têm uma capacidade mobilizadora de voltar a crescer mais rapidamente do que as médias e grandes empresas”, analisa o diretor de operações do Sebrae/MS, Tito Estanqueiro.

Por setor, destacaram-se na geração de empregos no estado, uma vez mais, as micro e pequenas empresas da área de Serviços, com a criação de 326 postos de trabalho. Do outro lado, as MGE fecharam 208 vagas no mesmo setor. Ainda na criação de vagas pelas MPE, Serviços é seguido por Agropecuária (239), Comércio (223), Construção (203) e Indústria de Transformação (88).

Ao longo do ano, de janeiro a setembro, as MPE criaram 12.880 vagas de trabalho com carteira assinada em Mato Grosso do Sul. Já as MGE foram responsáveis por criar quase a metade dos pequenos negócios, com mais 6.287 empregos formais.

Dados nacionais

Os pequenos negócios geraram 119 mil empregos formais celetistas, superando em 20% o saldo de agosto e em 23% o do mesmo mês de 2018. Já as médias e grandes empresas geraram 37,7 mil empregos e a administração pública contribuiu com 492 postos de trabalho. No total, foram gerados no país 157.213 vagas, com as MPE respondendo por 75,7% desse total.

De janeiro a setembro de 2019, os pequenos negócios já acumulam um saldo de 670 mil novos empregos, nove vezes maior que as MGE e 10% acima do igual período do ano passado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Garota de programa que levaria droga para capital é presa na MS-164
GERAL
Ministério lança política nacional de bioinsumos na agricultura
ESTADO
MS tem 262 funcionários de frigoríficos com coronavírus em 3 cidades, diz MPT
PONTA PORÃ
Carro locado em Minas era usado para transportar 212 quilos de maconha