Menu
Busca domingo, 23 de setembro de 2018
(67) 9.9973-5413
EM PONTA PORÃ

Comércio espera movimentar R$ 4,7 mi com o Dia dos Pais, quase 8,5% a menos que 2017

No ano passado, segundo pesquisa do Fecomércio de Ponta Porã, a data movimentou R$ 5,57 mi

13 julho 2018 - 09h45Por Luiz Guilherme

Faltam exatamente 29 dias para o Dia dos Pais e este ano, o número de filhos que irão presentear os pais, teve uma redução de 16,17%, em Ponta Porã, cidade que faz fronteira com o Paraguai. No ano passado, eram 52,58%, já neste ano, serão 36,41%, sendo que as compras deverão acontecer na semana da comemoração. 

Os dados foram divulgados pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul, em Ponta Porã. 

Mas a redução não é apenas no número de pessoas que irão presentear. Enquanto no ano passado o comércio da fronteira movimentou a economia em R$ 5,57 mi, neste ano, houve uma queda de aproximadamente 8,5%, ou seja, a expectativa para 2018 é R$ 4,7 mi. 

Esse valor corresponde a presentes e demais comemorações como gastos com alimentação. Ainda de acordo com a pesquisa, dos entrevistados, 47,49% (R$ 1,95 mi) irão investir em presentes e 52,6% (2,12 mi) com demais comemorações. 

No setor de vestuário, os itens que lideram as vendas são roupas (37,97%), calçados (21,52%) e perfumes/cosméticos (12,66%). A maioria levará em conta o preço, atendimento e qualidade do produto, com isso, 79,45% pretende pagar em dinheiro. 

E se tratando em valor, 12,3% não irão comprar os presentes em Ponta Porã, mas irão para o Paraguai. O que não muda é o preço médio de gastos, que será de R$ 151,79, e de R$ 50 a R$ 100 para alimentação. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO
Disputa de guarda de criança causa tensão diplomática entre Brasil e EUA
JBS
Morre manobrista esmagado por contêiner em pátio de frigorífico
ANASTÁCIO
Suspeito de aliciar e estuprar menina de 9 anos idoso é preso
ELEIÇÕES
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante