Menu
Busca quarta, 14 de novembro de 2018
(67) 9.9973-5413
EM PONTA PORÃ

Comércio espera movimentar R$ 4,7 mi com o Dia dos Pais, quase 8,5% a menos que 2017

No ano passado, segundo pesquisa do Fecomércio de Ponta Porã, a data movimentou R$ 5,57 mi

13 julho 2018 - 09h45Por Luiz Guilherme

Faltam exatamente 29 dias para o Dia dos Pais e este ano, o número de filhos que irão presentear os pais, teve uma redução de 16,17%, em Ponta Porã, cidade que faz fronteira com o Paraguai. No ano passado, eram 52,58%, já neste ano, serão 36,41%, sendo que as compras deverão acontecer na semana da comemoração. 

Os dados foram divulgados pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul, em Ponta Porã. 

Mas a redução não é apenas no número de pessoas que irão presentear. Enquanto no ano passado o comércio da fronteira movimentou a economia em R$ 5,57 mi, neste ano, houve uma queda de aproximadamente 8,5%, ou seja, a expectativa para 2018 é R$ 4,7 mi. 

Esse valor corresponde a presentes e demais comemorações como gastos com alimentação. Ainda de acordo com a pesquisa, dos entrevistados, 47,49% (R$ 1,95 mi) irão investir em presentes e 52,6% (2,12 mi) com demais comemorações. 

No setor de vestuário, os itens que lideram as vendas são roupas (37,97%), calçados (21,52%) e perfumes/cosméticos (12,66%). A maioria levará em conta o preço, atendimento e qualidade do produto, com isso, 79,45% pretende pagar em dinheiro. 

E se tratando em valor, 12,3% não irão comprar os presentes em Ponta Porã, mas irão para o Paraguai. O que não muda é o preço médio de gastos, que será de R$ 151,79, e de R$ 50 a R$ 100 para alimentação. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARAGUAI
Advogada executada na fronteira ameaçava autoridades, afirma jornal paraguaio
POLÊMICA
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
MAIS PRAZO
Receita prorroga adesão ao Refis Rural para 28 de dezembro
ECONOMIA
Desemprego é maior entre nordestinos, mulheres e negros, divulga IBGE