Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2019
SAÚDE

Funcionários do HR de Ponta Porã devem receber salários e encargos trabalhistas

03 maio 2019 - 08h17Por Da Redação

Por meio da Secretaria de Estado de Saúde, o governo do Estado informou, na tarde de ontem (2/5), que está trabalhando juridicamente para quitar, o mais rápido possível, valores pendentes com os funcionários do Hospital Regional “Dr. José Simone Neto”, referentes ao mês de março e que eram de responsabilidade da antiga empresa gestora, a Gerir.

Segundo o secretário estadual de Saúde Geraldo Resende “até o momento os repasses do mês de março referentes a salários, rescisões e direitos trabalhistas não puderam ser efetuados devido a entraves judiciais”. Ele explica que o montante, que totaliza cerca de R$ 3,2 milhões já está previsto financeiramente nos cofres públicos e o Estado aguarda apenas a liberação burocrática para que possa cumprir com o embolso.

A Secretaria de Estado de Saúde explicou que assumiu a plena responsabilidade sobre o pagamento dos celetistas da unidade, após a substituição da empresa Gerir, que se encontrava em situação de insolvência e inadimplência em todo país e rescindiu suas ações com Estado.

“Com a rescisão do contrato o Governo ficou impossibilitado de fazer o pagamento à empresa Gerir, pois havia fortes indícios de que os recursos financeiros seriam bloqueados, como realmente foram. Por isso, por meio de uma negociação que envolveu inclusive o Ministério Público e o Ministério do Trabalho, o Governo do Estado optou pelos critérios de prudência e não concluiu o repasse de março, até que haja uma maneira efetiva de pagar os funcionários”.

De acordo com o secretário, uma empresa terceirizada pela Gerir fazia a gestão da folha de pagamento dos funcionários. Depois de muitas negociações, o Governo está aguardando os dados da folha. “Com essas informações em mãos, vamos buscar, junto com o sindicato e as instituições de controle, uma forma de efetuar a transferência dos recursos aos funcionários ou ex-funcionários do Hospital Regional de Ponta Porã”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Bolsonaro diz que Câmara votará porte de arma para produtor rural
POLÍTICA
Bolsonaro volta a defender mudanças na CNH e fim dos radares
NOVA ANDRADINA
Ciclista morre após ter a cabeça esmagada por carreta
MATO GROSSO DO SUL
Governador nomeia Fábio Rombi Defensor Público-Geral do Estado