Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
PONTA PORÃ

Mulher morta a tiros e jogada em lavoura de milho tinha só 18 anos e morava no São Rafael

17 junho 2019 - 15h30Por Da Redação

Tarcila Giovana Fraga, 18 anos, foi identificada pela família nesta manhã (17) após ter sido executada com quatro tiros e jogada ao lado de uma lavoura de milho em Ponta Porã. A jovem morava no bairro São Rafael.

De acordo com informações do Campo Grande News, Tarcila teria se separado há 15 dias e estaria grávida. Ela foi morta em outro local e o corpo jogado no milharal, onde foi encontrado na manhã deste domingo (16) por moradores da região.

A suspeita é de que Tarcila tenha sido morta a tiros de pistola 9 milímetros ou revólver calibre 38 e deixada há pelo menos três dias no local onde o corpo foi encontrado, já que não foram encontradas cápsulas deflagradas.

O caso deve ser investigado pela 1ª Delegacia de Polícia Civil. A Linha Internacional formada por Pedro Juan Caballero no Paraguai e Ponta Porã enfrenta uma nova onda de assassinatos, com média de um assassinato por dia. Só na cidade paraguaia foram 11 neste mês.

Segundo a polícia, a maioria das execuções tem ligação com a guerra entre facções pelo controle do narcotráfico na fronteira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Bolsonaro pode abrir crise com Congresso se vetar novas regras eleitorais
CONDIÇÃO DE RÉU
Juiz nega pedido do ex-presidente Temer para viajar à Inglaterra
CAMPO GRANDE
Motorista de aplicativo que estava desaparecido é encontrado morto
BRASIL
Senado questionará ação da PF em gabinete de líder do governo