Menu
Busca segunda, 20 de maio de 2019
TEMPO

Ponta Porã e mais 69 municípios de MS tem alerta de tempestade com queda de granizo

15 março 2019 - 09h00Por Luiz Guilherme

As tempestades com queda de granizo devem continuar em praticamente todo o MS (Mato Grosso do Sul), conforme mostra um alerta emitido pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Dos 79 municípios do Estado, 70 estão na lista do Instituto. 

Ponta Porã e Paranhos devem ficar em estado de alerta devido fortes chuvas, assim como Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Itaporã, Itaquiraí, Ivinhema, Japorã, Jaraguari, Jardim, Jateí, Juti, Ladário, Laguna Carapã, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Santa Rita do Pardo, Sete Quedas, Sidrolândia, Sonora, São Gabriel do Oeste, Tacuru, Taquarussu, Terenos, Vicentina e Água Clara.

Outros municípios que também precisam ficar atentos são Campo Grande, Alcinópolis, Amambai, Anastácio, Anaurilândia, Angélica, Aquidauana, Aral Moreira, Bandeirantes, Bataguassu, Batayporã, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Brasilândia, Caarapó, Camapuã, Caracol, Corguinho, Coronel Sapucaia, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Dourados, Eldorado, Figueirão, Fátima do Sul e Glória de Dourados.

De acordo com o alerta, nestes municípios citados, a chuva pode ser de até 50 mm (milímetros) com ventos fortes. Há risco de corte de energia, estragos em plantações, quedas de galhos e alagamentos. A temperatura máxima no Estado deve ficar na casa dos 36ºC.

Em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas, não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO
Morador em Rondônia é preso na BR-463 com mais de 600kg de maconha
EDUCAÇÃO
Em MS 95 mil estudantes se inscreveram para o Enem
PRESSÃO
Bolsonaro diz que sem reforma, faltará dinheiro para salários em 2024
RESSOCIALIZAÇÃO
Blocos de cimento fabricados em presídio vão garantir calçamento a bairros de Aquidauana