Menu
Busca quinta, 28 de janeiro de 2021

Senador defende autonomia dos estados para a criação de novos municípios

27 setembro 2012 - 00h00Por Fonte: Agencia Senado
“No Brasil não se consegue mais criar municípios”, lamentou Tomás Correia (PMDB-RO), em pronunciamento no Plenário nesta quarta-feira (26). O senador lembrou que há 17 anos este processo está emperrado no país pela ausência de lei aprovada no Congresso Nacional.

Tomás Correia explicou que desde 1996, com a aprovação da Emenda Constitucional nº 15 (EC 15/96), foram estabelecidos critérios mais rigorosos para inibir a formação desenfreada de novos municípios, como um estudo de viabilidade, realização de plebiscito e aprovação de lei complementar federal. Com isso, os estados estão impedidos de criar lei para emancipar os seus municípios.

O parlamentar citou dois exemplos em Rondônia, estado que representa: Extrema, distrito da capital, Porto Velho. na divisa com o Acre, onde a população já foi consultada e aprovou a emancipação; e Tarilândia, que é desenvolvida, maior que muitas cidades e fica distante do município-sede Jaru.

– Vivemos numa federação de fachada. O estado não tem autonomia para criar os seus próprios municípios – protestou.

Dever de casa

Neste sentido, o senador prometeu se esforçar para relatar, já no próximo mês, projeto de lei (PLS 197/2011) de Ivo Cassol (PP-RO) na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), que condiciona a criação, fusão, incorporação e o desdobramento de municípios à edição de lei estadual.

Em aparte, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) disse que no ano passado apresentou requerimento aos Ministérios das Cidades e do Planejamento, entre outros, fazendo indagações sobre a modificação da legislação a respeito da criação de novos municípios. Suplicy se comprometeu a encaminhar as respostas para Tomás Correia como forma de contribuir para a análise do relator.

Ao concluir com um apelo ao Congresso Nacional para que também vote a lei complementar federal exigida, Tomás foi lembrado pela presidente da sessão Ana Amélia (PP-RS), de proposta de emenda constitucional (PEC Nº 13) de 2003, do ex-senador Sérgio Zambiasi (PTB-RS), que devolveria aos estados a competência para legislar sobre a criação e emancipação de municípios. Ela ressaltou que a matéria foi arquivada em 2011 sem apreciação do Plenário.

– Nós não cumprimos [nossa parte] também, não fazemos o dever de casa – reconheceu

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Tereza Cristina: transformação digital deve inserir agronegócio
SAÚDE
Covid-19: OMS aponta presença da variante de Manaus em oito países
POLÍTICA
Governo federal diz que não se envolve em compras privadas de vacina
ECONOMIA
Bolsonaro apela para que caminhoneiros não façam greve