Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
JUSTIÇA

STF homologa acordo entre União e estados sobre perdas da Lei Kandir

Estados deverão desistir de ações na Corte para cobrar perdas

20 maio 2020 - 14h30Por Agência Brasil

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) homologou hoje (20) o acordo financeiro entre o governo federal e os estados para compensação pelas perdas de arrecadação provocadas pela Lei Kandir. Os termos do acordo preveem o repasse de R$ 65,6 bilhões pela União aos estados e o Distrito Federal.

Desse total, R$ 58 bilhões devem ser repassados obrigatoriamente até 2037. Em contrapartida, os estados deverão desistir das ações judiciais protocoladas na Corte para cobrar as perdas.

Aprovada em 1996, a Lei Kandir previu a isenção do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre alguns produtos destinados à exportação, com a respectiva compensação aos estados pela União. O Congresso, entretanto, nunca regulamentou a fórmula de cálculo para os repasses e a inércia provocou uma disputa judicial de 24 anos.

Ontem (19), a Advocacia-Geral da União (AGU) se manifestou pela concordância do governo federal com o acordo. Os estados já haviam se manifestado a favor em 13 de maio, após os termos terem sido aprovados em abril no Fórum Nacional de Governadores.

A partir de agora, a União deverá apresentar um projeto de lei complementar em 60 dias com base nos termos do acordo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TECNOLOGIA
Hospital de Tóquio transmite cirurgias em realidade virtual
ECONOMIA
Saque aniversário do FGTS poderá ser usado para garantir empréstimos
SAÚDE
Ministério da Saúde prorroga campanha de vacinação contra gripe
CIDADES
No último sorteio de maio, Mega-Sena pode pagar até R$ 38 milhões