Menu
Busca sábado, 16 de janeiro de 2021

TJ divulga resultados da prova prática do concurso de sevidores

03 outubro 2012 - 00h00Por Fonte: TJMS
Dois editais referentes ao VI Concurso Público de Provas para Provimento de Cargos Públicos da Estrutura Funcional do Poder Judiciário de MS estão publicados no Diário da Justiça desta quarta-feira (3).

No primeiro, Edital nº 11/2012, a banca examinadora divulga a apreciação e a decisão de dois recursos: um para o cargo de Analista de Segurança de TI e o outro para o cargo de Odontólogo, para conhecimento dos candidatos.

No segundo, Edital nº 12/2012, torna público o resultado da prova prática, realizada no dia 23 de setembro de 2012, para os candidatos ao cargo de Analista Judiciário – área fim e área meio.

Saiba mais – Para esta edição do concurso inscreveram-se 8.523 candidatos, porém somente 7.745 fizeram a prova escrita em busca das vagas oferecidas para os 18 cargos previstos no edital. O índice de abstenção foi de 9,13%.

Além da Capital, as provas foram realizadas em Dourados, Corumbá, Aquidauana, Coxim, Jardim, Maracaju, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas. As provas práticas foram realizadas nas comarcas sede de circunscrição que o candidato optou no ato da inscrição.

De acordo com o edital, o certame terá validade por dois anos, a contar da data da publicação oficial da homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul.

Os aprovados serão nomeados, atendido o interesse da Administração, a partir da homologação e dentro do prazo de validade do concurso, observada a rigorosa ordem de classificação obtida pelos candidatos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR 158
PMA autua empresa mato-grossense por derramamento de cerca de 22 mil litros de combustível
ECONOMIA
China contribuiu com mais da metade do superávit comercial do Brasil
RIO BRILHANTE
Polícia Civil prende suspeitos de tráfico de drogas que faziam parte organização criminosa
NOTÍCIAS
Negada indenização a comprador de veículo que não comprovou defeito em motor