Menu
Busca quarta, 01 de abril de 2020

Homem ligado ao PCC é morto em Capitán Bado

04 novembro 2015 - 08h00
Da redação

Foi assassinado na tarde desta terça-feira (03) em Manta Potrero, em Capitán Bado, o brasileiro Fernando da Silva, 35 anos, que tinha antecedentes por tráfico de drogas e homicídio no Brasil.

Considerado membro do Primeiro Comando da Capital (PCC) que foi morto por um disparo de escopeta calibre 12 no rosto. No Paraguai ele usava o nome de Alcides González Flores, identidade de uma pessoa morta.

De acordo com o site Paraguaio da Radio Oasis FM, apesar de ele ser procurado no Brasil, segundo informações, ele comandava uma enorme estrutura de tráfico de maconha e cocaína na região de Capitán Bado.

O brasileiro vivia tranquilamente na Colônia Manta Potrero, a 15 quilometro do centro de Capitán Bado. Segundo informações policiais, três sujeitos haviam chegado em uma luxuosa casa de narcotraficante e traz uma curta conversa, um dos homens deu um tiro no rosto da vítima, que morreu na hora.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEM SINTOMAS
Quase metade das confirmações de coronavírus em MS já finalizou quarentena
ESTADO
No primeiro dia do mês Governo libera pagamento de servidores que ganham até R$ 4 mil
POLÍCIA
Polícia Militar apreende três adolescentes transportando maconha de bicicleta
POLÍTICA
"Estamos diante do maior desafio da nossa geração", diz Bolsonaro
Presidente fez pronunciamento em rede nacional de rádio e TV