Menu
Busca domingo, 24 de janeiro de 2021

Paraguai faz protesto formal contra suspensão do Mercosul

Paraguai faz protesto formal contra suspensão do Mercosul

15 setembro 2012 - 14h10
Reuters

O Paraguai disse neste sábado que apresentou um protesto formal contra a decisão do Mercosul de suspender o país após a destituição do ex-presidente Fernando Lugo, no fim de junho, e de logo incorporar como sócio pleno do bloco a Venezuela.

O governo do presidente Federico Franco, que assumiu em substituição a Lugo após o rápido julgamento que o tirou do poder, disse que o protesto ocorre devido "as graves arbitrariedades cometidas contra ele".

"Tem por objetivo deixar clara a posição da República do Paraguai, sem prejuízo de recursos ou outras vias para a resolução da controvérsia que surgiu", disse o governo paraguaio em um comunicado.

A nota de protesto em que o Paraguai "se reserva o direito de exigir uma indenização pelos danos morais causados" pede "compensação por danos que foram provocados" e é dirigida aos governos da Argentina, Brasil e Uruguai.

Franco disse em várias ocasiões que estava analisando a possibilidade de levar o caso ao Tribunal Internacional de Haia, mas também advertiu que era um processo longo e caro e que a decisão seria conhecida muito tempo depois de deixar a presidência em agosto 2013.

O presidente também negou que irá tomar a decisão de deixar o bloco.

O Paraguai era o único país cujo Congresso se negava a aprovar a entrada da Venezuela apesar dos esforços de Lugo para isso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Ainda sem aprovação do Orçamento 2021, governo deve controlar gastos
SAÚDE
Estados brasileiros começam a receber vacina de Oxford
SAÚDE
Número de casos de Covid-19 continua alto na maioria das cidades do Estado
NOTÍCIAS
Prêmio Sesc de Literatura abre inscrições para obras inéditas