Menu
Busca quinta, 25 de abril de 2019
(67) 9.9973-5413
CRIME AMBIENTAL

Advogado é autuado por desmatamento e incêndio de vegetação nativa

05 dezembro 2018 - 16h50Por Da redação

Durante fiscalização em uma fazenda no município de Camapuã, Policiais Militares Ambientais de São Gabriel do Oeste flagraram ontem (4/12), um desmatamento de vegetação de cerrado, que fora executado sem autorização ambiental.

A supressão da vegetação foi realizada com uso de máquinas e os Policiais perceberam que o infrator estava realizando por etapas, provavelmente, para não ser descoberto. Uma parte fora executada há cerca de 11 meses, outra há cerca de seis meses e a última acabara de acontecer.

O infrator ainda realizou a queima do material lenhoso do desmatamento mais antigo nas leiras, também sem autorização do órgão ambiental competente.

A área desmatada foi medida em GPS e perfez 54,49 hectares. Contra o infrator, um advogado de 46 anos, residente em Camapuã, foi confeccionado auto de infração administrativo e arbitrada multa de R$ 59.700,00 pelas infrações ambientais. Ele também responderá por crime ambiental, que prevê pena de três a seis meses de detenção.

O infrator foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação de Área Degradada e Alterada (PRADA), junto ao órgão ambiental.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LOTERIA
Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 105 milhões
LAMENTÁVEL
Atentados causam fechamento de igrejas no Sri Lanka
MATO GROSSO DO SUL
Produtos de higiene e limpeza têm diferença de até 259%, aponta Procon
ECONOMIA
Confiança do Consumidor recua 1,5 ponto de março para abril