Menu
Busca quinta, 27 de junho de 2019
POLÍCIA

Arma de pistoleiro do PCC foi usada em dois atentados na fronteira

14 janeiro 2019 - 13h00Por Da redação

A pistola marca Glock calibre 9 milímetros apreendida na semana passada com o pistoleiro paraguaio Douglas Danilo Colmán, 18, foi usada em um assassinato e numa tentativa de homicídio, os dois crimes ocorridos em Pedro Juan Caballero.

A perícia da divisão de investigações da Polícia Nacional, segundo o Campo Grande News, confirmou através de balística que a arma, de fabricação austríaca, foi usada no assassinato de Isabelino Ramón Argüello Soria, 33, no dia 31 de dezembro passado.

A arma também foi utilizada no atentado contra Alcides Gómez, em maio do ano passado. Ele seguia com seu carro pela área central de Pedro Juan Caballero quando foi atacado a tiros por pistoleiros. Pelo menos 11 tiros acertaram o veículo, mas Alcides escapou ileso.

Apontado como pistoleiro da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), Douglas Colmán foi preso sexta-feira (11/1), em sua casa, em Pedro Juan Caballero.

Suspeito de participação em vários assassinatos na fronteira, Douglas, apesar da pouca idade, é considerado extremamente perigoso. Aos 18 anos, ele já acumula antecedentes criminais por roubo e tentativa de homicídio.

A polícia paraguaia tenta localizar agora o comparsa ele, Celso Ariel Escobar Centurión, piloto da moto que carregava o pistoleiro nos dois atentados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
CCJ do Senado aprova texto que criminaliza abuso de autoridade
OPERAÇÃO KRIMOJ
Facção abrigava parentes de presos e ‘irmãos’ em casas e mansão na Capital
PONTA PORÃ
Polícia apreende caminhonete lotada com 1,3 tonelada de maconha
CONTRABANDO
Após fuga, casal que transportava R$ 90 mil em eletrônicos é capturado