Menu
Busca terça, 24 de novembro de 2020

Ator pornô acusado de crueldade contra animais paga fiança e é solto

Ator pornô acusado de crueldade contra animais paga fiança e é solto

12 outubro 2011 - 15h30
G1

Um ator pornô americano acusado de crueldade contra animais foi libertado da prisão domiciliar após pagar uma fiança de US$ 24 mil (pouco mais de R$ 4,2 mil). Raul Armenteros, de 46 anos, afirmou que a prisão havia começado a atrapalhar seu trabalho.

Ele havia sido preso em julho deste ano sob múltiplas acusações de crueldade contra animais depois de a polícia encontrar uma van de Armenteros carregada com cabras, galinhas, pombos e um pato ainda vivos sob sol forte em Miami. Uma das cabras morreu pouco após a chegada dos policiais.

O homem disse à polícia que os animais seriam usados em rituais religiosos de santeria, crença praticada por ele, mas os oficiais não consideraram o argumento suficiente para livrá-lo das acusações.

Armenteros é conhecido no ramo pornográfico em Miami pelos nomes de "Ramon" e "The Monster", e, segundo a reportagem no site da TV CBS Miami, ele seria um dos atores de mais destaque na cidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS
Diagnosticado com covid-19, o vice-prefeito de Ponta Porã, Caio Augusto (PSD), está internado na UTI
POLÍTICA
Lei sobre Internet das Coisas pode gerar milhões de empregos
Avaliação é do Ministério das Comunicações
OPERAÇÃO MOTOR DE LAMA
RF, PF e CGU combatem esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas no estado do MS
PONTA PORÃ
Polícia Militar prende dupla por porte ilegal de arma de fogo