Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
Governo Presente - Dengue (DOR)
CRIME AMBIENTAL

Campo-grandense é autuado em R$ 5,3 mil por desmatamento ilegal de área protegida em sua propriedade no município de Porto Murtinho

02 setembro 2020 - 14h30Por PM-MS

Durante fiscalização ambiental no município, em uma fazenda localizada a 60 km da cidade, Policiais Militares Ambientais de Porto Murtinho localizaram hoje (2) um desmatamento ilegal em área protegida e também de área fora de proteção especial.

Na vistoria foi verificada uma supressão ilegal de 0,72 hectare de vegetação nativa dentro de área protegida de matas ciliares de um córrego que corta a fazenda e mais 1 hectare de desvetação ilegal fora de área de proteção especial, que foram descobertas por técnica de superposição de imagem de satélites. O desmatamento ocorrera há algum tempo, porém, parte da madeira proveniente da vegetação derrubada se encontrava em leiras e coivaras no local.

Foi utilizado aparelho de GPS para localização e aferição das áreas desmatadas. O proprietário da fazenda (72), residente em Campo Grande, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 5.300,00, multa agravada pela área ser protegida por lei. Ele também responderá por crime ambiental com pena de um a três anos de detenção. O infrator também foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de Costa Rica autua em R$ 10 mil e interdita lava jato e borracharia por poluição ambiental
JUSTIÇA
Universidade que descumpriu parcelamento privado deve indenizar estudante
ECONOMIA
Tesouro descarta preocupação com encurtamento da dívida pública
REGIÃO
Pescador profissional e autônomo são autuados em R$ 10 mil por abater dourado e pescar com redes e tarrafa e apreende 50 kg de pescado e petrechos ilegais