Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020

Cão policial imobiliza integrante de quadrilha que faria arrastão na Capital

Cão policial imobiliza integrante de quadrilha que faria arrastão na Capital

14 janeiro 2016 - 13h30Por Correio do Estado
Cachorro treinado por policiais militares do Batalhão de Choque imobilizou e mordeu um dos integrantes de quadrilha de assaltantes que faria arrastão em Campo Grande, na noite de ontem (13). Thallison Ribeiro Brites, 18 anos, estava em um C3 que havia recém roubado de um bombeiro aposentado, no Bairro Pênfigo. A prisão dele ocorreu ainda nas imediações e o ataque do cão aconteceu quando ele tentava fugir de abordagem, segundo a polícia.

Simultaneamente ao momento da prisão de Thallison, outra equipe do Choque prendia outros três suspeitos de integrar o bando criminoso e que haviam praticado o segundo assalto da noite, em um comércio de acessórios pessoais, na Avenida Tancredo Neves, no Aero Rancho.

Eles foram identificados como Júlio César Santos Botelho, também de 18 anos, Sérgio Henrique Alves Gomes, 28, e Carlos Eduardo Oliveira Ferreira, 20. Júlio tinha um ferimento de tiro no braço direito que ele disse ter provocado acidentalmente com a arma que tinha em mãos. Ele foi preso em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) quando fazia curativo no ferimento, depois de policiais receberem denúncia.

Júlio revelou o paradeiro dos demais comparsas e Sérgio foi preso no Santa Emília e Carlos no Parque do Sol. Com o grupo foi apreendida uma pistola calibre 7.65.

Júlio e Sérgio foram reconhecidos pelo bombeiro aposentado como autores no roubo do C3. A vítima contou que foi dominada quando entrava na garagem. Na fuga dos bandidos, o portão de elevação baixo e acabou danificante a parte de trás do carro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COTAÇÃO
Dólar fecha em queda nesta segunda-feira
SAÚDE
Doença falciforme é tema de evento desta terça-feira
AMAMBAI
Polícia Militar Rodoviária apreende 654 kg de maconha em veículo acidentado na rodovia
CONECTANDO VIDAS
Projeto chega a MS com a missão de facilitar contato entre pacientes covid e familiares