Menu
Busca segunda, 19 de outubro de 2020
PONTA PORÃ

Cerca de 3 toneladas de maconha são apreendidas pela Polícia Civil em fundo falso de dois caminhões

23 setembro 2020 - 10h00Por PC-MS

Na madrugada de terça-feira (22), policiais civis da Delegacia Especializada de Repressão de Crimes da Fronteira (Defron), em atuação no âmbito da operação HÓRUS/SEOPI/MJSP, prenderam dois homens e apreenderam dois caminhões, na rodovia MS 164, região do trevo do copo sujo, no município de Ponta Porã/MS, que transportavam 2.979 kg de maconha escondidos em fundos falsos.

Os policiais realizavam bloqueio policial, quando foi dada ordem de parada para o condutor do caminhão Ford F4000, de cor azul, placa de Ponta Porã-MS e carregado com feno, que era conduzida por um homem, de 39 anos, morador de Belo Horizonte/MG. O suspeito forneceu informações desencontradas e, a partir disso, foi realizada vistoria na carga do caminhão. Foram encontrados diversos tabletes de maconha escondidas no assoalho da carroceria, que após serem pesados totalizaram 1.194kg e ainda outros 06 kg de skunk.

Na sequência, outro caminhão, um Mercedes Bens, com placa de Jardim Alegre-PR, também carregado de feno. Foi abordado após tentar fuga e ser perseguido pelos policiais até que o condutor, um homem de 22 anos, morador de Ponta Porã/MS, parasse o caminhão. Em um fundo falso na caçamba foi encontrada 1.779 kg de maconha divididas em tabletes.

Aos policiais os homens disseram que receberia R$2.000,00 cada pelo transporte da droga, que foram pegas já ocultadas nos caminhões na cidade de Ponta Porã/MS e teriam como destino Campo Grande/MS e Belo Horizonte/MG.

Eles foram conduzidos à delegacia especializada, onde foram autuados pelo crime de tráfico de drogas qualificado se caracterizado o tráfico entre estados da federação. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Bolsonaro participa da abertura de fórum econômico com países árabes
JUSTIÇA
TSE rebate notícias falsas sobre urna de 2018 que voltaram a circular
GERAL
INSS define como comprovar vida de beneficiário que mora no exterior
ECONOMIA
Mercado financeiro projeta queda de 5% na economia este ano