Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020

Crianças indígenas são flagradas ao furtar comércio em Amambai

Crianças indígenas são flagradas ao furtar comércio em Amambai

01 fevereiro 2012 - 13h50
A Gazetanews

Dois meninos indígenas, ambos com menos de 12 anos de idade, foram retidos pela Polícia Militar momentos após invadir um estabelecimento comercial e furtar o dinheiro do caixa, em Amambai.

As crianças guarani-kaiowá aproveitaram um momento de distração do dono do estabelecimento para praticar o furto, mas a ação foi percebida por testemunhas.

A Polícia Militar foi acionada, realizou a abordagem dos suspeitos e recuperou o dinheiro, algo em torno de R$ 300 reais, que estava em poder de um dos menores.

Os dois meninos, juntamente com outro garoto de 12 anos, também indígena e um adulto, também guarani-kaiowá, que atua como catador de papelão na cidade e estava junto com as crianças no ato da abordagem policial, foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Amambai para averiguação de suposto envolvimento no furto.

De acordo com a Polícia Civil, como os menores autores do furto tem menos de 12 anos, portanto são imputável perante a legislação em vigor no País, ambos foram entregues às lideranças da Aldeia Amambai, onde residem, para serem entregues aos familiares. Eles não responderão pelo ato praticado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Engenheiro brasileiro enfrenta desafios em missão simulada
DOURADOS
Guarda cumpre mandado e prende ‘Maldita’ durante festa na Cachoeirinha
ESPORTES
Jorge Jesus critica proibição de torcedores em estádios de Portugal
MS
Crianças tem sobrenome acrescentado de avô materno após decisão da Justiça em MS