Menu
Busca quinta, 24 de maio de 2018
(67) 9.9973-5413
REGIÃO

Desaparecimento de douradenses tem quase uma semana

12 fevereiro 2018 - 16h35
Amanhã (13), completa uma semana que o empresário Mauro Dias dos Santos, 56, e o caminhoneiro José Aparecido Rodrigues, o Goiaba, 57, saíram de Dourados, e não voltaram mais para casa. Segundo a polícia, até agora não há nenhuma pista sobre o paradeiro deles, nem mesmo para onde teriam viajado – Amambai e Ponta Porã foram as cidades citadas pelos familiares.

Nem mesmo o real motivo da viagem foi informado à polícia. As investigações estão sendo feitas pelo SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Polícia Civil.

"Existe muita falta de informação da família. Não sabemos o local exato do desaparecimento, pode ter ocorrido dentro do Paraguai. É tudo muito estranho, parece que escondem algo. O real motivo da viagem continua obscuro", afirmou hoje (12) ao Campo Grande News o delegado Adilson Stiviguitis, da 1ª Delegacia de Polícia Civil em Dourados.

Mauro e José Aparecido, que teriam negócios em sociedade, foram vistos pela última vez na terça-feira (6) quando saíram de Dourados em uma caminhonete Toyota Hilux branca com destino à fronteira com o Paraguai e não voltaram nem fizeram contato.

Inicialmente a polícia foi informada por familiares que eles viajaram para negociar a compra de um caminhão, mas depois surgiu a informação de que foram cobrar uma dívida.

Os dois saíram juntos de Dourados por volta de 9h30 de terça-feira. José Aparecido teria dito à família que o negócio era em Amambai ou em Ponta Porã. A última vez que ele viu o aplicativo de mensagens WhatsApp foi às 11h52 de terça.

Segundo o delegado, o filho de um deles contou em depoimento que um conhecido da família teria visto os dois em um restaurante em Ponta Porã. "Essa é a última informação. Não temos mais nada".

Deixe seu Comentário

Leia Também

CULTURA
Brô MCs se apresenta no Festival da América do Sul
GERAL
Em aúdio vazado, ministros do STF criticam greve durante sessão
COTAÇÃO
Dólar interrompe sequência de três quedas e fecha em alta nesta quinta-feira, a R$ 3,64
PONTA PORÃ
40kg de maconha são apreendidos em veículo Ford/Focus