Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020

Durante resgate de afogado, bombeiros impedem linchamento

24 dezembro 2015 - 15h00Por Correio do Estado
O 9º Subgrupamento de Bombeiros Militar em Caarapó impediu o linchamento de um homem, a golpes de facão, na Aldeia Indígena Tey Kuê. Os militares resgatavam o corpo de João Paulo Mendes, que morreu afogado, quando se depararam com o início da confusão. O caso aconteceu no último sábado (19), mas só foi divulgado quarta-feira (23).

Depois do resgate, os Bombeiros retornavam à cidade, quando a guarnição se deparou com uma aglomeração de indígenas na estrada. Muito exaltados, os autores empunhavam facões.

Segundo informações dos Bombeiros, um veículo parou próximo aos indígenas, que retiraram do porta malas uma pessoa com os olhos vendados e mãos amarradas, para o início do linchamento a golpes de facão.

Rapidamente, a guarnição solicitou apoio da Polícia Civil, mas como o sinal estava sem alcance, os militares decidiram intervir e desceram da viatura para evitar a morte do indígena. As agressões cessaram, mas a vítima permaneceu caída no chão em estado grave.

Os autores do linchamento fugiram e os Bombeiros se aproximaram da vítima. Em seguida, agentes da Polícia
Civil chegaram para fazer a segurança dos militares e da vítima, tendo em vista, que a quantidade de indígenas era desproporcional e oferecia aos agentes de segurança pública.

A guarnição prestou os primeiros socorros, estancou a hemorragia e transportou a vítima na carroceria da camionete.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Celso de Mello antecipa aposentadoria do STF
CAARAPÓ
Policiais civis prendem jovem e comparsa suspeitos de tráfico de drogas
ECONOMIA
Febraban prevê que carteira de crédito deve subir 11,6% em agosto
CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Batayporã prende e autua quatro em R$ 8,4 mil por pesca predatória e apreende 139 kg de pescado, dois barcos, dois motores e petrechos