Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020

Em 2 horas, jovem escapa de duas tentativas de homicídio em MS

Em 2 horas, jovem escapa de duas tentativas de homicídio em MS

04 janeiro 2016 - 07h00
Em um intervalo de aproximadamente duas horas, das 22h às 24h , um rapaz de 19 anos escapou de duas tentativas de homicídio em Campo Grande.

Conforme o G1 MS, em uma delas ele foi ferido na perna. Três foram presos por suspeita de envolvimento. A polícia apura se eles têm ligação com o adolescente e o homem mortos em confronto com a Polícia Militar no bairro Aero Rancho, na quarta-feira (30) e que teriam participação no latrocínio do jornalista Thiago da Cruz Martins.

Segundo a Polícia Civil, a primeira tentativa de homicídio ocorreu por volta das 22h, na rua arquiteto Vilanovas Artigas, próximo ao parque Ayrton Senna, também no bairro Aero Rancho. A vítima disse que seguia de carro até a casa da namorada quando no quebra-molas o veículo foi fechado por um outro carro. O passageiro que estava no banco da frente deste outro automóvel sacou um revolver e fez quatro disparos. Os tiros atingiram a porta do motorista e um deles de raspão a perna da vítima, que conseguiu sair do veículo pela outra porta.

Logo após os disparos, o carro com os suspeitos fugiu do local. Mesmo após escapar do atentado, o rapaz foi até a casa da namorada para buscá-la e levá-la à residência dele.

Quando o casal junto com o filho de um ano dela seguiam de volta para a casa dela, por volta das 24h, cruzaram com o veículo dos suspeitos. Um deles disparou contra o carro, quebrando o para-brisa traseiro e quase atingindo a mulher e a criança. Apesar dos tiros, o rapaz conseguiu fugir do local e encontrou pelo bairro uma viatura da Policia Militar, que o conduziu a Delegacia de Pronto-Atendimento Comunitário do bairro Piratininga (Depac).

Pouco depois a guarnição do choque da Polícia Militar prendeu três homens pela suspeita de envolvimento nas tentativas de homicídio. A prisão foi feita na avenida Lúdio Coelho, no Jardim Batistão. Um dos suspeitos, que tem 20 anos e foi reconhecido pela vítima, estava com um revólver calibre 38. Outro, de 25 anos, estava com um revólver 357, arma de uso restrito. E um terceiro, de 19 anos, estava com uma porção de drogas, que alegou ser para consumo próprio.

Ainda conforme o G1, as armas e a droga estavam no carro que foi usado para fechar o veículo da vítima na primeira tentativa de homicídio. Os suspeitos de 20 e 25 anos assumiram que eram os proprietários das armas e que havia feito os disparos. Eles disseram ainda que jogaram fora as cápsulas deflagradas. Os três também foram levados para a Depac Piratininga.

Para dar continuidade as investigações sobre o crime, a Polícia Civil apreendeu o carro da vítima, onde foi encontrada uma porção de droga. Os policiais apuram agora uma possível ligação dos três suspeitos presos com os dois mortos no confronto com a PM, e que teriam participação no latrocínio do jornalista Thiago Martins, no dia 26 de dezembro, no bairro Coophamat.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTÍCIAS
Segurado será indenizado por atraso superior a 4 meses no conserto de veículo
AGRICULTURA
Com potencial de um país, MS é o 14º maior produtor de milho do mundo
CORONAVÍRUS
Reflexos do feriado dão sinais no avanço do coronavírus que já contaminou quase 65 mil pessoas em MS
GERAL
Após paralisação, Correios devem retomar 100% das atividades hoje