Menu
Busca terça, 26 de março de 2019
(67) 9.9973-5413
PI SANESUL
EM DOURADOS

Em nova fase da Operação Pregão, Gaeco cumpre 5 mandados de prisão em prefeitura

14 março 2019 - 08h45Por Da Redação

A terceira fase da Operação Pregão, desencadeada nesta quinta-feira (14/3), em Dourados e Campo Grande, cumpre cinco mandados de prisão e oito de busca e apreensão, conforme informa o Ministério Público Estadual.

Segundo o Dourados News, há pouco, policiais do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) deixaram o CAM (Centro Administrativo Municipal). 

Ainda não há informações de quem seriam os alvos. Os mandados foram expedidos pelo juiz Luiz Alberto de Moura Filho, da 1ª Vara Criminal de Dourados.

A Operação Pregão foi desencadeada pela primeira vez no dia 31 de outubro de 2018. Na ocasião, o ex-secretário de Fazenda, João Fava Neto, a vereadora afastada e ex-secretária de Educação, Denize Portollan (PR), servidores públicos e empresários acabaram presos. 

Já a segunda fase mirou o ex-contador da prefeitura, Rosenildo França e a mulher dele. 

Pregão

O objetivo das investigações que resultaram na Operação Pregão é esclarecer a atuação de uma suposta organização criminosa composta por agentes públicos, políticos e empresários, visando à prática de diversos crimes, incluindo fraude em licitação, dispensa indevida de licitação, falsificação de documentos e advocacia administrativa. 

As ações ocorriam através de fraudes em licitações e contratos públicos, praticados, em tese, durante a atual gestão municipal. 

O nome da operação “Pregão” refere-se à modalidade de procedimento licitatório mais utilizada pelos investigados em sua atuação. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TELEVISÃO
Globo sentencia destino do Bem Estar em novo contrato de Michelle Loreto
ECONOMIA
Produção industrial de Mato Grosso do Sul permanece estável
EM MS
Procon realiza pesquisa e detecta preços iguais na venda de GNV no cartão ou em dinheiro
MATO GROSSO DO SUL
Escolagov forma novas turmas em “SQL para iniciantes” e “Redação Oficial”