Menu
Busca domingo, 25 de outubro de 2020
CAPITAL

Estudante é sequestrado ao chegar em festa universitária e tem carro roubado

13 junho 2016 - 10h00Por Fonte: Campo Grande News
Um acadêmico do curso de análise de sistemas da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), de 21 anos de idade, viveu momentos de tensão na madrugada deste domingo (12), na região central de Campo Grande. Ele foi alvo de um sequestro relâmpago e ficou por pelo menos 4h em poder dos bandidos. O jovem foi agredido e teve o carro roubado.

Segundo o Correio do Estado, o irmão da vítima, de 25 anos de idade, contou que o estudante seguiu em seu veículo Renaut Sandero, para uma festa do curso de Odontologia, que acontecia num espaço de eventos localizado no cruzamento da Rua 25 de Dezembro com Avenida Afonso Pena.

Ao chegar no local, a vítima teria estacionado o veículo e enviado uma mensagem de celular a um amigo que estava na festa. Neste momento, teria sido abordado por criminosos armados.

À família, a vítima contou que três bandidos entraram no carro e um deles assumiu a direção. O acadêmico relatou ainda que foi ameaçado de morte, agredido com coronhada e obrigado a ficar de cabeça baixa.

Dentro do automóvel, criminosos cheiraram cocaína, fumaram maconha, roubaram a carteira do rapaz, tênis e informaram que destruíram o celular do jovem.

Ainda conforme o Correio do Estado, o acadêmico disse ter simulado que tinha problemas psicológicos. Com isso, os criminosos disseram que não o matariam para evitar problema. Eles transitaram por várias regiões da cidade e, cerca de 1h depois, transferiram a vítima para outro carro que ela não soube especificar o modelo. Já o veículo do jovem foi levado pelos bandidos.

Estudante relatou ainda que os criminosos falavam ao celular o tempo todo e em dado momento ouviu um deles dizer "está para lá de Corumbá", o que levanta a suspeita de que o carro tenha sido levado para região de fronteira.

Acadêmico foi abandonado por volta das 5h30 no cruzamento da Avenida Salgado Filho com Ernesto Geisel, no centro da Capital. Ele foi até um orelhão, onde ligou para a família, acionou a polícia e então foi encaminhado para a Delegacia de Pronto Atendimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
MS registra 479 novos casos de Covid-19 e faixa etária de 30 a 39 anos é a mais afetada
AQUIDAUANA
Polícia Militar Ambiental autua infrator em R$ 2,3 mil por incêndio em leiras de vegetação proveniente de limpeza
ECONOMIA
Decisão do STF evita perda na arrecadação de R$ 1,2 bilhão, diz Reinaldo Azambuja
DOURADOS
Homem invade casa, tenta estuprar jovem e é detido por populares