Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
CAMPANHA SETEMBRO 15 á 30/09/2020
POLÍCIA

Executado a tiros na fronteira era de facção criminosa e procurado pela polícia

Tinha contra ele um mandado de prisão expedido pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul

16 junho 2020 - 09h00Por Mídiamax

Leandro de Oliveira de 25 anos que foi executado na noite desta segunda-feira (15), na cidade paraguaia de Capitan Bado, vizinha a sul-mato-grossense Coronel Sapucaia, cidade a 395 quilômetros de Campo Grande, pertenceria a uma facção criminosa e estava sendo procurado pela polícia brasileira, já que tinha um mandado de prisão expedido contra ele.

Após a execução de Leandro descobriu-se que ele tinha duas identidades, sendo a brasileira e outra paraguaia de nome Vitor Manoel Galeano Barbosa de 18 anos. Leandro tinha passagens por tráfico de drogas e por organização criminosa tendo um mandado de prisão expedido contra ele no dia 22 de maio deste ano.

A vítima estava em um Fiat Uno, de cor branca, de placas de Coronel Sapucaia quando foi assassinada a tiros de pistola 9mm, segundo o site ABC Color. O carro seria do dono de uma lavanderia, que havia emprestado o veículo para Leandro, que acabou executado com vários tiros por pistoleiros que fugiram em seguida e são procurados pela polícia.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Justiça Federal manda soltar acusados de invadir celular de Moro
ECONOMIA
Antecipação do INSS poderá ser pedida sem limitação de distância
ECONOMIA
Déficit primário do Governo Central atinge R$ 96,1 bilhões em agosto
NOTÍCIAS
1ª Câmara Cível considera regular a devolução de bem à revendedora