Menu
Busca quinta, 09 de julho de 2020
Respeito a vida
POLÍCIA

Executado a tiros na fronteira era de facção criminosa e procurado pela polícia

Tinha contra ele um mandado de prisão expedido pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul

16 junho 2020 - 09h00Por Mídiamax

Leandro de Oliveira de 25 anos que foi executado na noite desta segunda-feira (15), na cidade paraguaia de Capitan Bado, vizinha a sul-mato-grossense Coronel Sapucaia, cidade a 395 quilômetros de Campo Grande, pertenceria a uma facção criminosa e estava sendo procurado pela polícia brasileira, já que tinha um mandado de prisão expedido contra ele.

Após a execução de Leandro descobriu-se que ele tinha duas identidades, sendo a brasileira e outra paraguaia de nome Vitor Manoel Galeano Barbosa de 18 anos. Leandro tinha passagens por tráfico de drogas e por organização criminosa tendo um mandado de prisão expedido contra ele no dia 22 de maio deste ano.

A vítima estava em um Fiat Uno, de cor branca, de placas de Coronel Sapucaia quando foi assassinada a tiros de pistola 9mm, segundo o site ABC Color. O carro seria do dono de uma lavanderia, que havia emprestado o veículo para Leandro, que acabou executado com vários tiros por pistoleiros que fugiram em seguida e são procurados pela polícia.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTES
CBF anuncia novo calendário do futebol brasileiro
DOURADOS E CAARAPÓ
DOF apreende produtos contrabandeados do Paraguai durante a Operação Hórus
GERAL
IBGE pesquisa impacto da pandemia nas empresas
CRIME AMBIENTAL
Infrator é autuado em R$ 3 mil por armazenamento ilegal de combustível e contaminação do solo em área de abastecimento