Menu
Busca sábado, 23 de fevereiro de 2019
(67) 9.9973-5413
BANNER CASSEMS
OPERAÇÃO PURIFICAÇÃO

Fechada por quatro anos, empresa teria sido reaberta para ganhar licitação

12 fevereiro 2019 - 13h45Por Da Redação

A empresa Marmiquente Comércio de Bebidas e Alimentos Ltda. ficou inativa entre os anos de 2013 e 2017, quando foi acionada para assumir o contrato com a Fundação de Saúde de Dourados (Funsaud). 

De acordo com o Dourados News, o objeto do contrato era o fornecimento de marmitas para pacientes e funcionários da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e Hospital da Vida. 

Segundo o delegado Denis Colaris, responsável pela Operação Purificação, deflagrada nesta manhã (12/2), na segunda maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul, o contrato efetivava um repasse de R$ 1,8 milhão por ano.

A empresa prestou os serviços em 2017 e 2018. A Polícia Federal acredita que tenha ocorrido um direcionamento para a conquista do certame. 

O detalhe que chamou atenção dos investigadores foi o fato da empresa ter sido reativada apenas para a disputa pelo contrato, no qual foi a única inscrita. 

“Qualquer cidadão mediano não vai achar normal que uma empresa que não tem funcionários e nem equipamentos ganhe uma licitação de R$ 1,8 milhão e ainda alugar o imóvel após ganhar a licitação”, afirmou o delegado.

As investigações estão em fase inicial, conforme afirmou Colaris, e a expectativa é de que novos fatos surjam para esclarecimentos das evidências encontradas. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDRO JUAN
Policial é preso com carro fruto de assalto em Ponta Porã
CLIMA
Fim de semana típico de Verão, sol durante o dia, chuva no final da tarde
SEGURANÇA
Senado paraguaio autoriza tropas americanas no país
ECONOMIA
Exportações de carne de tilápia crescem 236% e MS assume liderança do comércio exterior