Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
CAMPANHA SETEMBRO 15 á 30/09/2020
OPERAÇÃO FLASHBACK

Gaeco cumpre mandado de prisão em Dourados nesta terça-feira

28 julho 2020 - 09h00Por Dourados News

Na manhã desta terça-feira (28), o Gaeco (Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas) cumpriu um mandado de prisão em Dourados, especificamente na Rua Ciro Melo, em um conjunto de quitinetes, nas proximidades da Escola Estadual Floriano Viegas.

Durante a operação, foi preso um homem que estaria cumprindo prisão domiciliar por tráfico de drogas. Conforme informações iniciais, posteriormente, uma advogada esteve na delegacia procurando pelo cliente e relatando que o mesmo seria de Fortaleza.

O Gaeco cumpre 216 mandados de prisão e de busca e apreensão em Mato Grosso do Sul e outros 10 estados em operação contra uma nova composição do PCC (Primeiro Comando da Capital). Os mandados de busca, apreensão e prisão estão distribuídos em 71 municípios, localizados em quatro regiões brasileiras, sendo que a região Nordeste é a que concentra o maior número de ações da operação, um total de 179 mandados judiciais expedidos.

A segunda etapa da “Operação Flashback” é coordenada pelo grupo do MP (Ministério Público) de Alagoas que visa desarticular a base do PCC, organizada em MS. A operação conta com o engajamento dos Gaecos dos MPs de Sergipe, Pernambuco, Ceará, Bahia, Paraíba, Piauí, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais.

O PCC é uma facção criminosa que comanda rebeliões, assaltos, sequestros, assassinatos e narcotráfico no país, desde 1993. Com hierarquia própria, os integrantes da facção que estão fora dos presídios obedecem às ordens dos líderes, que estão no Sistema Prisional e financiam o crime organizado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
INTERNACIONAL
TikTok move processo para tentar reverter banimento nos EUA
INTERNACIONAL
Museu sobre acidente nuclear de Fukushima abre suas portas
INTERNACIONAL
Protestos contra monarquia ganham força na Tailândia