Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020

Governo do Estado prioriza a segurança pública e promove mais de 400 policiais civis

25 novembro 2015 - 07h45Por Notícias MS
O Governo do Estado promoveu mais de 400 policiais civis de Mato Grosso do Sul. Os decretos assinados pelo governador Reinaldo Azambuja, com as promoções pelos critérios de antiguidade e merecimento estão publicados no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (24).

Ao todo são 407 delegados, escrivães, investigadores, peritos criminais, papiloscopistas e médicos legistas que foram promovidos para a segunda, primeira e classe especial das carreiras, o que representa um ganho salarial real de 20% para os servidores.

Os decretos com as relações nominais dos policiais promovidos estão publicados à partir da página 83 do Diário Oficial do Estado de hoje e podem ser acessadas clicando aqui.

Mais investimento

Priorizar a segurança pública é um compromisso do atual governo, que está elaborando um plano de reestruturação da carreira policial no Estado, que prevê entre outras coisas a promoção profissional automática e a contratação anual de novos investigadores, escrivães, peritos criminais e papiloscopistas e também delegados.

Só este ano o Governo do Estado já investiu nos quadros da segurança pública de Mato Grosso do Sul 1.614 novos homens e mulheres, que reforçam os efetivos da Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Além disso, já estão autorizados pelo governador Reinaldo Azambuja e devem ser publicados ainda este ano os editais dos concursos públicos da Superintendência de Assistência Socioeducativa da Sejusp, responsável pelas Unidades Educacionais de Internação (UNEIS) e da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul (Agepen), que administra os presídios do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPO
Inmet prevê tempo claro em todas as áreas do Estado
POLÍCIA
Serial Killer que confessou ter matado 7 em MS é transferido após defesa alegar agressões psicológicas
ECONOMIA
Dólar tem forte queda e fecha a R$ 5,34
PANDEMIA
Após policiais testarem positivo para o coronavírus, delegacias são fechadas para desinfecção