Menu
Busca sexta, 03 de julho de 2020

Governo quer diminuir exigências para promoção de policiais militares

Governo quer diminuir exigências para promoção de policiais militares

18 novembro 2015 - 07h30Por Correio do Estado
O Poder Executivo Estadual enviou, nesta terça-feira (17), para análise da Assembleia Legislativa, projeto de lei complementar que altera as regras para promoção de soldado à cabo, e deste à terceiro-sargento da Polícia Militar. O novo texto reduz de 8 para 6 anos o tempo de carreira necessário para promoção do soldado e exclui o mérito intelectual como critério de ascensão.

À reportagem do Portal Correio do Estado, o presidente da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros (ACS), Edmar Soares da Silva, disse que "essas mudanças atendem uma reivindicação antiga da categoria , dando continuidade a ascensão mais rápida à carreira."

Na semana passada, Reinaldo Azambuja participou de reunião com representantes da ACS, onde assinou documento prevendo essas alterações.

MUDANÇAS

O Projeto de Lei Complementar (PLC) 013/2015 altera os artigos 15-A, 15-B, 15-C, além do artigo 56, caput e inciso 2º da Lei Complementar 53, de 30 de agosto de 1990, que dispõe sobre o Estatuto da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, e dá outras providências.

Conforme a assessoria de imprensa da Assembleia Legislativa, as mudanças preveem redução do tempo de carreira de soldado para cabo e fim do mérito intelectual para ascensão tanto de soldado para cabo quanto de cabo a 3º sargento, "as quais serão efetuadas somente pela antiguidade na graduação, como ocorre com o quadro dos oficiais até o posto de capitão da PM, quando estes passam a possuir critérios de merecimento para ascensão na carreira".

Para isso, o cabo deverá contar, com, no mínimo, dez anos de efetivo serviço e interstício de quatro anos na graduação para promoção pelo critério de antiguidade à graduação de 3º sargento da PMMS.

Segundo o Poder Executivo, esta proposta atende aos anseios dos integrantes da corporação e deve consolidar e instituir a carreira dos praças da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, eliminando vários critérios de promoção, que são considerados descabidos pelos membros da corporação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

50 ANOS
Corpo de Bombeiros Militar atinge marca histórica com desafios e luta contra a Covid-19 em MS
SAÚDE
Mato Grosso do Sul já tem mais de 100 mortos pelo novo coronavírus
NOTÍCIAS
Polícia Militar Ambiental fiscaliza 8 embarcações, apreende 1.000 metros de redes de pesca e solta 8 kg de peixes e uma tartaruga dos petrechos ilegais
BRASIL
Congresso promulga emenda que adia eleições municipais para