Menu
Busca segunda, 25 de janeiro de 2021

Homem é executado com cinco tiros em baile no Clube de Laço

O autor tentou fugir, mas foi perseguido por policiais militares, alcançado e preso em flagrante

06 agosto 2012 - 13h50
Correio do Estado


O eletricista Gilson Benitez de Oliveira, de 30 anos, foi executado com cinco tiros durante baile que acontecia por volta das 19h, no Clube do Laço Carandá, que fica na BR 267, na área rural de Porto Murtinho. O autor foi apontado como sendo o paraguaio Roberto Carlos Ayala Duarte, de 39 anos, que foi preso após perseguição.

Testemunhas relataram que Roberto Carlos chegou no local durante o baile carapé, chamou Gilson e desferiu cinco tiros contra ele. A vítima foi atingida por três tiros no tórax, um na cabeça e outro em um dos braços.

O autor fugiu em direção a rodovia e tentou se esconder num matagal, mas foi perseguido, alcançado e preso por policiais militares, que estavam no local. Revoltadas, testemunhas tentaram espancar Roberto Carlos, mas foram impedidas por policiais, que estavam de folga.

Gilson foi socorrido e encaminhado para o hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. Já o autor foi levado para a delegacia. A polícia investiga ainda o que teria motivado o assassinato do eletricista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIDADES
Governo do Estado distribui segundo lote da vacina contra COVID-19 aos 79 municípios de Mato Grosso
DOURADOS
Veículo com agrotóxico contrabandeado do Paraguai foi apreendido pelo DOF
NOTÍCIAS
Processo seletivo de profissionais de saúde possui resultado definitivo de inscrições deferidas
JAPORÃ
Mais de 26 mil pacotes de cigarros do Paraguai foram apreendidos pelo DOF