Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020

Homem pede pouso e se mata a facadas no banheiro da residência

Homem pede pouso e se mata a facadas no banheiro da residência

29 dezembro 2011 - 10h05
Agazetanews

Um homem de 37 anos, pediu para passar a noite em uma residência, se trancou no banheiro e se matou com uma faca de mesa, na noite dessa quarta-feira (28) em Amambai.

O fato aconteceu na região da Vila São Luiz. Segundo a Polícia Civil de Amambai, que trabalha na investigação do caso, após pegar carona com o dono da casa, o paraguaio Ismael Gimenez Soares, de 39 anos, a vítima, Dionísio Morel, de 37 anos, teria pedido pouso na casa de Ismael.

Por volta das 22h30 dessa quarta-feira, Morel teria entrado no banheiro da residência para tomar banho. Os moradores estranharam a demora e cerca de 40 minutos depois, com o emprego de uma banqueta, Ismael teria olhado pela janela externa do banheiro e visto seu hóspede caído no chão, todo ensangüentado e acionou a Polícia Militar.

De acordo com a Polícia Civil, quando a PM chegou ao local o banheiro estava trancado pelo lado de dentro, o que obrigou a guarnição a arrombar a porta.

Segundo a polícia, quando a porta foi arrombada, Dionísio Morel já estava morto em meio a muito sangue. De acordo com a polícia ele apresentava ferimentos no braço direito, braço esquerdo e um corte no pescoço.

No local a Polícia Civil também colheu uma faca de mesa que supostamente teria sido a arma usada para praticar o suicídio.

Segundo a Polícia Civil, o dono da residência, Ismael Gimenez, teria informado que Dionísio Morel, que tem documentação brasileira onde consta ser natural de Ponta Porã, estava com problemas junto a Justiça do Paraguai, motivo pelo qual aparentava certa ansiedade.

O corpo de Dionísio foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Ponta Porã para passar por exame necroscópico.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
INTERNACIONAL
TikTok move processo para tentar reverter banimento nos EUA
INTERNACIONAL
Museu sobre acidente nuclear de Fukushima abre suas portas
INTERNACIONAL
Protestos contra monarquia ganham força na Tailândia