Menu
Busca domingo, 15 de setembro de 2019
POLÍCIA

Idosa é presa em abatedouro clandestino que ‘maquiava’ aves para parecerem caipiras

23 agosto 2019 - 15h30Por Da redação

Uma idosa de 61 anos passa por audiência de custódia nesta sexta-feira (23) depois de ser presa após a descoberta de um abatedouro clandestino de aves, no bairro Parque do Lageado, em Campo Grande.

Conforme noticiado pelo MídiaMax, a polícia chegou até a residência da idosa depois de uma denúncia anônima de que no local funcionava um abatedouro clandestino de aves, que eram ‘maquiadas’ e vendidas como sendo caipiras. Quando os policiais chegaram junto da vigilância sanitária e do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), a idosa negou que fazia a comercialização de aves.

Ela contou que as galinhas eram de seu sobrinho que havia deixado no local e que seriam para consumo próprio, mas foi encontrado na residência várias máquinas rudimentares para a retirada das penas e outros apetrechos para o abate.

Não havia local de escoamento do sangue dos animais, nem para o descarte dos restos das galinhas. A idosa foi detida e levada para a delegacia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GALEÃO
Receita apreende mais de 46 quilos de heroína em aeroporto
ECONOMIA
Endividamento e inadimplência do consumidor têm alta em agosto
CAMPO GRANDE
Acusado de estuprar adolescentes teria escolhido casa ‘a dedo’, segundo polícia
POLÍCIA
Mulher que iniciava relacionamentos com idosos para furtar residências é presa