Menu
Busca domingo, 18 de agosto de 2019
CAMPO GRANDE

Idoso é assassinado ao ser seduzido, é enterrado em estrada vicinal e tem carro roubado

13 fevereiro 2019 - 08h30Por Luiz Guilherme

Anselma Gonzales da Silva, de 59 anos, foragida da justiça, e os filhos dela, Maicon Gonzalez da Silva, de 19, Rorthiman Gonzalez da Silva, de 25, são suspeitos de terem assassinado o idoso Luiz Pereira Alves, de 75, em Campo Grande. 

De acordo com o Campo Grande News, após o homicídio, eles teriam enterrado o corpo da vítima em uma estrada vicinal e roubado o carro. 

O fato chegou até os policiais do GOI (Grupo de Operações e Investigações) por meio de denúncia anônima, por volta das 19h de ontem (12/2).

Após investigações, o primeiro a ser preso foi Rorthiman. Ele estava dirigindo o veículo roubado GM Astra. Questionado, o suspeito contou à polícia que a sua mãe, Anselma, foi a mentora do crime. 

Segundo o site, ela ofereceu R$ 2,5 mil para que Rorthiman matasse a vítima. Ele não aceitou. Porém, a proposta foi aceita pelo irmão dele, Maicon. Anselma iria penhorar o carro da vítima por R$ 7 mil, e o dinheiro seria usado para comprar droga e comercializar.

O crime teria acontecido da seguinte forma. Anselma seduziu Luiz e os dois foram para a casa dela, localizada na Rua Pindare, no Jardim Colúmbia. Lá, Maicon utilizando um pedaço de madeira atacou a vítima com diversos golpes no rosto. Conforme o site, o idoso morreu no local. Como Anselma e Maicon não sabem dirigir, Rorthiman foi acionado para conduzir o carro da vítima e ocultar o corpo.

Rorthiman e Anselma, enrolaram o corpo em um cobertor e cortina. Na sequência, colocaram a vítima no banco traseiro e rodaram por 37 quilômetros distante da área urbana. 

O cadáver foi enterrado numa área de mata entre Campo Grande e Rochedinho. 

Ainda segundo o Campo Grande News, os três foram presos em flagrante. O corpo foi desenterrado com a ajuda do Corpo de Bombeiros e levado para o Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal). 

Anselma já responde a dois processos por tráfico de drogas. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Laudo sugere que cacique indígena morreu afogado
POLÍTICA
Projetos avançam em Brasília com ministros empenhados em trabalhar pelo MS, diz Murilo Zauith
BRASIL
Governo lança projeto para estimular empreendedorismo nos jovens
POLÍCIA
Contrabandistas são presos com cigarro e inseticida na MS-162