Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
Governo Presente - Dengue (DOR)
MEIO AMBIENTE

Infrator é autuado em R$ 2 mil pescando com redes e tarrafa e apreendem pescado e 1.000 metros de redes

07 setembro 2020 - 10h00Por PM-MS

Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado e fiscais do Imasul, que trabalham na operação Big Fish II, realizavam fiscalização fluvial no rio Paranaíba no município de Paranaíba e prenderam ontem (6), um pescador por pescar com redes de pesca (petrechos proibidos). O infrator estava em um acampamento e armara no rio, desde a manhã de ontem 11 redes de pesca, medindo 400 metros e retirava os peixes, alguns usando uma fisga, que também é petrecho proibido para a pesca.

Foram apreendidos: 10 kg de pescado, que também estavam acima da cota permitida, que é de um exemplar nativo e cinco exemplares de piranha, além das redes de pesca. O infrator (49), residente em Paranaíba, recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia de Polícia Civil daquela cidade, juntamente com o material apreendido, onde ele foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca predatória, com pena prevista de um a três anos detenção. O criminoso também foi autuado administrativamente e multado em R$ 2.000,00. O Pescado será doado para instituições filantrópicas.

Felizmente a PMA prendeu o elemento no início da pescaria, haja vista que esses petrechos têm grande poder de captura e dizimação de cardumes e a rapidez possibilitou que tivesse capturado apenas 10 kg de pescado, que estavam mortos e foram apreendidos, juntamente com as redes de pesca utilizadas na pescaria ilegal. A PMA soltou vários exemplares de peixes que ainda estavam vivos nas redes, no momento da retirada dos petrechos do rio.

MAIS PETRECHOS APREENDIDOS

Durante os trabalhos, as equipes de Aparecida do Taboado e fiscais do Imasul ainda retiraram dos rios mais 18 redes de pesca, medindo 600 metros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de Costa Rica autua em R$ 10 mil e interdita lava jato e borracharia por poluição ambiental
JUSTIÇA
Universidade que descumpriu parcelamento privado deve indenizar estudante
ECONOMIA
Tesouro descarta preocupação com encurtamento da dívida pública
REGIÃO
Pescador profissional e autônomo são autuados em R$ 10 mil por abater dourado e pescar com redes e tarrafa e apreende 50 kg de pescado e petrechos ilegais