Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
EM COMUNICADO

Médico acusado de agredir ex, diz que caso está ‘nas mãos de Deus’

14 março 2019 - 09h15Por Luiz Guilherme

O Conesul News mostrou ontem (13/3), o caso de violência contra mulher que ocorreu em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha aqui de Ponta Porã, que envolve um médico cirurgião, a mãe e a irmã dele. A vítima das agressões teria sido a ex-namorada do suspeito. 

Na tarde de ontem, Aldo Ruben Zaracho, como foi identificado o agressor, divulgou um comunicado direcionado à opinião pública do Paraguai, afirmando que confia na justiça divina e que não cometeu nenhum crime.

“Deixarei a investigação a cargo da justiça, pois estou ciente que não cometi nenhum caso punível conforme ficará provado quando as investigações terminarem; este caso está nas mãos de Deus, por isso, estou seguro de que não causei danos a ninguém”, afirma o médico em trecho do comunicado. 

Aldo menciona ainda que por estar realizando um bom trabalho à comunidade, ele sabe que enfrentará este tipo de obstáculo “que servem apenas para conhecer a natureza medíocre de alguns seres humanos”. 

Em outro trecho da carta, o suspeito pede paciência a sua comunidade e que não o julguem tendo em base as falsas acusações, pois estas têm o único objetivo de provocar estragos a imagem de um bom homem e a de um profissional em medicina e pede que a justiça do homem busque a verdade e que a divina mostre só a verdade.

O caso

O médico cirurgião está sendo acusado pela ex-namorada de agressões, que teriam sido motivadas porque ele não aceita o fim do relacionamento. Segundo o site Brasiguaio News, além de ter sido agredida, a jovem também foi arrastada pelo homem. 

As agressões foram denunciadas à polícia duas vezes no mesmo dia e a mãe e irmã do médico também teriam ajudado a bater na estudante. 

A vítima realizou as denúncias e fez o exame de corpo delito e aguarda o andamento do processo. Porém por estar sob ameaças de morte por parte do autor, a estudante deixou a cidade e trancou o curso. 

Ainda conforme o site, o suspeito continua dando aulas e atendendo normalmente em Pedro Juan.
 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
Em MS, só 2% dos maiores infratores ambientais pagaram multas
OPORTUNIDADE
Uems oferece 264 vagas para portadores de diploma
RECURSOS
MS poderá usar até R$ 500 milhões para obras de infraestrutura
ÍNDICE
Confiança da indústria cai 1,6 ponto na prévia de maio