Menu
Busca sábado, 18 de janeiro de 2020
AMAMBAI

Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão

22 julho 2019 - 11h00Por Dourados News

Eduardo Montiel Cavalheiro, 42 anos, conhecido como "Duda", executado a tiros na noite deste sábado, dia 20 de julho, em Amambai, cidade localizada na região de fronteira com o Paraguai, seria homem de confiança e 'braço direito' do narcotraficante Jarvis Gimenes Pavão.

Conforme informações do boletim de ocorrência, Eduardo estava em frente a uma conveniência na rua General Gamarra, na Vila Rosa, quando foi atingido por tiros de pistola 9 milímetros. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu ao dar entrada no hospital da cidade.

Após o crime o pistoleiro fugiu e, momentos depois, uma motocicleta foi encontrada incendiada às margens da rodovia MS-485, na saída para Aral Moreira. Segundo testemunhas, o homem que abandonou a moto no local tinha as mesmas características do pistoleiro que atirou contra Duda.

Eduardo seria um dos homens de confiança e braço direito do narcotraficante Jarvis Pavão, conforme divulgado pelo site ABC Color. O narcotraficante natural de Ponta Porã é apontado como um dos maiores fornecedores de cocaína da América do Sul. Ele está preso no Presídio Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Feriados em dias úteis podem gerar perda de R$ 20 bilhões este ano
AMAMBAI
Caminhonete roubada em assalto com 4 reféns é recuperada na fronteira
CIDADES
Por falta de projeto, MS está há 7 anos sem verbas para proteger testemunhas
POLÍTICA
José Paulo Martins vai assumir interinamente Secretaria da Cultura