Menu
Busca sábado, 24 de agosto de 2019
AMAMBAI

Morto a tiros em frente a conveniência era 'braço direito' de Jarvis Pavão

22 julho 2019 - 11h00Por Dourados News

Eduardo Montiel Cavalheiro, 42 anos, conhecido como "Duda", executado a tiros na noite deste sábado, dia 20 de julho, em Amambai, cidade localizada na região de fronteira com o Paraguai, seria homem de confiança e 'braço direito' do narcotraficante Jarvis Gimenes Pavão.

Conforme informações do boletim de ocorrência, Eduardo estava em frente a uma conveniência na rua General Gamarra, na Vila Rosa, quando foi atingido por tiros de pistola 9 milímetros. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu ao dar entrada no hospital da cidade.

Após o crime o pistoleiro fugiu e, momentos depois, uma motocicleta foi encontrada incendiada às margens da rodovia MS-485, na saída para Aral Moreira. Segundo testemunhas, o homem que abandonou a moto no local tinha as mesmas características do pistoleiro que atirou contra Duda.

Eduardo seria um dos homens de confiança e braço direito do narcotraficante Jarvis Pavão, conforme divulgado pelo site ABC Color. O narcotraficante natural de Ponta Porã é apontado como um dos maiores fornecedores de cocaína da América do Sul. Ele está preso no Presídio Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Homem fura bloqueio e abandona carro com 100kg de maconha
ECONOMIA
MS bate recorde em abertura de empresas e tem melhor saldo de empregos em julho desde 2012
CRIME NO CAMPO
Homem é preso por abigeato e polícia recupera quase 50 bovinos furtados
POLÍCIA
Rapaz escapa do "tribunal do crime", mas acaba preso pela polícia após roubos