Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020

Motoristas tomaram 155 multas e tiveram 45 documentos recolhidos nas vias estaduais

30 dezembro 2015 - 07h00Por Dourados News
A PMRE (Polícia Militar Rodoviária Estadual) divulgou na tarde desta terça-feira (29), resultado parcial da "Operação Fim de Ano 2015", que teve início às 8h da última quarta-feira (23). Até o momento foram 155 multas lavradas por infrações no trânsito e 45 documentos recolhidos, entre eles CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e CLA (Certificado de Licenciamento Anual).

A fiscalização abrange aproximadamente 15 mil quilômetros de rodovias estaduais de Mato Grosso do Sul, entre pavimentadas e não pavimentadas.

Além dos flagrantes mencionados, 3.203 pessoas foram abordadas e 2.912 veículos vistoriados. Ainda conforme a polícia, houve 19 acidentes automobilísticos com uma vítima fatal. Durante as ações, os militares apreenderam 25 kg de cocaína.

“É importante destacar que neste ano foi registrada apenas uma vítima fatal decorrente de acidente automobilístico, uma redução de 50% em relação ao mesmo período do ano passado. Além do número de vítimas fatais terem sido menor, houve também uma redução de quase 43% no número de vítimas graves decorrentes de acidentes automobilísticos”, destaca em nota o comando da PMRE.

Durante os trabalhos de fiscalização, a Polícia Militar Rodoviária efetuou a prisão de um condutor que dirigia sob a influência de álcool.

“Os números refletem o trabalhado intenso de fiscalização desenvolvido pelos policiais militares rodoviários para coibir as violações às leis de trânsito, visando diminuir o número de acidentes e combater os ilícitos penais, com a utilização de equipamentos eletrônicos como etilômetros e radares, bem como o emprego de todo o efetivo do 14º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária”, resume outro trecho da nota.

Para orientações ou atendimento de acidente, entrar em contato através do telefone 198.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR 267
Polícia Militar intercepta e apreende duas caminhonetes que seriam utilizadas pelo crime organizado na região de fronteira
ECONOMIA
Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro
PONTA PORÃ
Polícia Civil prende mulher que forjou o sequestro do próprio neto
JUSTIÇA
Réus condenados no Tribunal do Júri têm recurso negado