Menu
Busca sábado, 23 de fevereiro de 2019
(67) 9.9973-5413
BANNER CASSEMS
REFORÇO

Nova estratégia visa reforçar segurança na fronteira de MS

19 janeiro 2019 - 09h00Por Luiz Guilherme

O DOF (Departamento de Operações de Fronteira) deve arregimentar pelo menos 25 policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar, com sede em Campo Grade, com o objetivo de reforçar a segurança na fronteira de Mato Grosso do Sul. 

Além disso, com a nova estratégia, é esperado que seja usado conhecimento especializado dos integrantes do Choque para aumentar o efetivo e fortalecer o combate ao crime organizado nas fronteiras com a Bolívia e o Paraguai, portas de entrada do tráfico de drogas e armas.

De acordo com o Correio do Estado, a mudança acontece porque o coronel Marcos Paulo, que já comandou o Choque, foi indicado para assumir o DOF – nomeação está prevista para o mês de fevereiro. 
Segundo Antônio Carlos Videira, titular da Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), o Estado deu carta branca para que Marcos Paulo monte a equipe como desejar, com servidores de sua confiança, incluindo de outras unidades da PM.

“Ele está livre para escolher quem quiser, desde policiais do Choque a policiais que estão em outras funções. No caso do Choque, é importante porque são policiais que têm conhecimento de polícia especializada e que, com os servidores do DOF, que são especialistas em policiamento de fronteira, vão trocar experiências e fortalecer nossa segurança pública”, disse o secretário. 

Inicialmente, os 25 militares que vão para o DOF serão substituídos por outros da Capital e interior que já fizeram o curso do Choque e estão aptos a serem integrados ao batalhão. Neste sentido, Videira alega que não haverá prejuízos no efetivo. 

“Aqueles que eventualmente forem dispensados pelo DOF, vão para outras unidades e vice-versa, haverá remanejamento, mas o intuito do Governo é de aumentar o efetivo”.

“Nossa estratégia, além da fiscalização nas estradas, é enfrentar com mais força o tráfico doméstico, que fomenta crimes como roubos, furtos e homicídios. Junto com delegacias de área, vamos colocar o DOF para fazer operação nos municípios e o conhecimento do Choque, unidade preparada para conflitos urbanos, será importante”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDRO JUAN
Policial é preso com carro fruto de assalto em Ponta Porã
CLIMA
Fim de semana típico de Verão, sol durante o dia, chuva no final da tarde
SEGURANÇA
Senado paraguaio autoriza tropas americanas no país
ECONOMIA
Exportações de carne de tilápia crescem 236% e MS assume liderança do comércio exterior