Menu
Busca terça, 10 de dezembro de 2019
POLÍCIA AMBIENTAL

Pela 2ª vez, homem é autuado em R$ 6 mil por criar porcos degradando área de nascente de córrego

04 dezembro 2019 - 16h30Por Da Redação

Policiais Militares Ambientais de São Gabriel do Oeste realizaram fiscalização nas propriedades rurais próximas ao Distrito de Pontinha do Coxo, no município de Camapuã, ontem à tarde (3) e autuaram novamente um homem por degradar Área de Preservação Permanente de nascente de um córrego.

O infrator (57), residente em Campo Grande, havia sido autuado em maio deste ano por não conter acesso do rebanho de 30 suínos às nascentes (Área de Preservação Permanente – APP) do córrego Barreiro, que corta a propriedade. Dessa autuação, fora dado prazo de 30 dias para que o autuado apresentasse um Plano de Recuperação de Área Degradada ou Alterada (PRADA), o que não feito.

Na fiscalização de ontem, foi verificado que houve construção de uma cerca, porém, sem eficácia para conter o acesso do rebanho a área que continuou em processo de degradação e assoreamento do córrego Barreiro. Além disso, o infrator não tomou qualquer medida para recuperar a área degradada, medida para a qual havia sido notificado.

O proprietário rural foi novamente autuado administrativamente por danificar área considerada de preservação permanente (nascente) e multado em R$ 6.000,00. Ele também responderá por crime ambiental e poderá pegar pena de detenção de um a três anos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Corrupção abala confiança no regime democrático, diz Moro
ECONOMIA
Mato Grosso do Sul tem 622 vagas de emprego nesta segunda-feira
CAMPO GRANDE
Operação Hilux desmantela quadrilha especializada em roubos de caminhonetes
CONTRABANDO
Veículo com 400 pacotes de cigarros é apreendido em Ponta Porã