Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
OESTE E SUDOESTE

PF faz operação para esclarecer morte de militar e combater tráfico de drogas em Guaíra e no Mato Grosso do Sul

Cinco mandados de prisão e cinco de busca e apreensão estão sendo cumpridos, na manhã desta quarta-feira (20).

20 maio 2020 - 09h00Por G1MS

Cinco mandados de prisão e cinco de busca e apreensão estão sendo cumpridos em uma operação da Polícia Federal (PF), em Guaíra, na região oeste do Paraná, e em Itaquiri, no Mato Grosso do Sul, para combater o tráfico transnacional de drogas.

A ação também foi deflagrada com o objetivo de identificar os responsáveis pela morte do militar do Exército Daniel Henrique Trarbach. A operação foi batizada de Homem Anjo.

‘Ele foi treinado para sobreviver’, diz mãe de soldado sobre esperança de encontrar filho desaparecido no Rio Paraná

O crime ocorreu no dia 10 deste mês. Trarbach estava com dois outros militares participando de um patrulhamento do Rio Paraná quando a embarcação foi atingida por uma lancha de um comboio, em alta velocidade, carregada com entorpecentes. Um dos barcos foi jogado para cima da lancha da PF.

O militar caiu na água e o corpo dele foi encontrado cinco dias depois, segundo a PF. Os outros dois militares tiveram ferimentos na cabeça e foram encaminhados para uma Unidade de Pronto Atendimento (Upa). No dia seguinte, eles receberam alta.

Além dos mandados de prisão, também serão cumpridos cinco ordens de busca e apreensão.

O acidente

Soldado Daniel Trarbach morreu em um acidente durante uma operação no Rio Paraná  Foto: RPC Cascavel/Reprodução

Soldado Daniel Trarbach morreu em um acidente durante uma operação no Rio Paraná — Foto: RPC Cascavel/Reprodução

Segundo os dois militares que também estavam no barco, o local estava escuro no momento do acidente. Eles disseram que foram surpreendidos pelo comboio com quatro barcos de contrabandistas e traficantes em alta velocidade.

O choque foi tão forte, conforme eles, que um dos soldados chegou a desmaiar, mas foi socorrido pelo colega. O terceiro militar, que era Daniel, caiu na água.

Antes da operação, que dura há um ano, cerca de 300 barcos cruzavam as águas do Rio Paraná levando mercadorias contrabandeadas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTÍCIAS
Demandas do consumidor podem ser resolvidas pelo celular
CIDADES
UFMS abre inscrições para curso de Especializadação em Segurança Pública
NOTÍCIAS
Justiça concede pensão e indenização a mãe que perdeu filho em acidente de trânsito
ECONOMIA
Dólar fecha em queda após discurso de Trump