Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
CAMPANHA SETEMBRO 15 á 30/09/2020
FESTA

Polícia acaba com festa ilegal em condomínio, prende duas pessoas e multa dono de casa em R$ 15 mil em MS

15 agosto 2020 - 16h00Por G1MS

Dois homens foram presos em Campo Grande (MS), após policiais militares ambientais e civis flagrarem uma festa ilegal em uma residência em um condomínio da capital, na noite desta sexta-feira (14). Conforme os militares, um deles foi levado a delegacia por ser dono da casa e o outro por desacato.

De acordo com a ocorrência, os policiais foram acionados por vizinhos do local, dizendo que havia uma festa desobedecendo um Decreto Municipal que proíbe aglomerações em Campo Grande devido a pandemia de Covid-19. Inicialmente, a Polícia Militar Ambiental (PMA) foi até o local, medindo um um decibelímetro a pressão do som da festa, constatando a potência acima da permitida até mesmo para quando festas ainda estavam liberadas na capital sul-mato-grossense.

Equipes da PMA e da Polícia Civil interditaram a festa e efetuaram a prisão em flagrante do dono da residência, de 43 anos. Durante a ação, outras pessoas ofenderam os policiais e um dos músicos, de 31 anos, foi preso por desacato. No local, ainda foram apreendidos um violão, um acordeom e um cajon.

Os homens presos foram conduzidos a delegacia. O dono da casa foi autuado em flagrante por crime ambiental de poluição sonora, além de responder por descumprimento de medida sanitária preventiva, desobediência e perturbação de sossego. A pena para os crimes varia de um a quatro anos de prisão. Além disso, a PMA ainda realizou um auto de infração administrativo e aplicou multa de R$ 15 mil contra o homem por poluição sonora, punição que passará por julgamento em processo administrativo pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul).

Já o músico foi autuado por desacato e liberado depois de assinar Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Campo Grande segue com casos crescentes do novo coronavírus, registrando 464 apenas nas últimas 24 horas, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). Com toque de recolher entre 21h e 5h todos os dias e aglomerações proibidas, a capital de Mato Grosso do Sul já registrou 15.448 casos e 226 óbitos desde o início da pandemia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARAÍSO DAS ÁGUAS
Polícia Civil apreende 14kg de entorpecentes em hotel
NOTÍCIAS
Vendedores de imóvel devem restituir valor da entrada de contrato rescindido
INTERNACIONAL
Secretário-geral da ONU pede acordo global contra desigualdades
ECONOMIA
CNI: atividade industrial segue em recuperação com alta do emprego