Menu
Busca segunda, 23 de novembro de 2020

Polícia ainda não identificou suspeito de atirar em PRF

Polícia ainda não identificou suspeito de atirar em PRF

12 janeiro 2012 - 15h50
Campograndenews


Passados mais de um mês, a Polícia Civil ainda não identificou o suspeito de tentar matar o policial rodoviário federal aposentado Sergio Demisque Siqueira, 55 anos, durante uma briga de transito no dia 4 dezembro do ano passado, em Campo Grande.


A Polícia deverá ouvir o PRF na próxima semana. Mas, de acordo com o delegado Jairo Carlos Mendes, responsável por investigar o caso, em depoimentos informais, a vítima não deu informações que colaboram para a identificação do atirador.


No primeiro depoimento informal, feito logo após receber alta do hospital, o policial disse não se lembrar da noite em que foi baleado.


O crime aconteceu por volta das 23 horas do dia 4. De acordo com o boletim de ocorrência, o policial conduzia uma caminhonete D-10 pela avenida quando um casal em um veículo VW Golf de cor prata fez sinal para que ele parasse. Em seguida, os dois condutores desceram dos veículos e passaram a discutir. Eles ficaram olhando em volta dos veículos, como se estivem procurando algum dano.


O policial foi atingido pelo tiro ao retornar para a caminhonete. O condutor do Golf atirou e fugiu em seguida na companhia de uma mulher. O crime foi testemunha por duas pessoas.


Sergio Demisque foi encaminhado em estado grave para a Santa Casa de Campo Grande e depois transferido para o hospital El Kadri, onde ficou internado por vários dias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTE
Mato Grosso do Sul brilha no Brasileiro de Canoagem Maratona e conquista 16 medalhas
PGE
Adesão de advogados é imprescindível para sucesso do Acordo Direto em precatórios
BOLETIM COVID
De cada 100 testes de Covid em MS metade tem dado positivo
SAÚDE
Butantan anuncia que testes da CoronaVac chegaram à fase final